Carlos Bolsonaro questiona se Simone Tebet e vencedora do BBB, Juliette, também serão investigadas dado o suposto 'gesto racista'

Dados da Imagem
Senadora Simone Tebet e Juliette (Reprodução / Montagem / POLITZ / Redes Sociais).

Carlos Bolsonaro questiona se Simone Tebet e vencedora do BBB, Juliette, também serão investigadas dado o suposto 'gesto racista'​


Considerando que a polícia legislativa do Senado Federal recentemente concluiu uma investigação claramente política contra o perseguido ideológico, Filipe Martins, assessor especial da Presidência da República, que realmente fez um tal de "gesto racista", supostamente já que ninguém consegue explicar da onde saiu o crime praticamente nazista de fazer um gesto de OK, o mesmo deveria se aplicar para quaisquer outras pessoas, comuns ou figuras públicas.

O vereador Carlos Bolsonaro levantou exatamente esse questionamento, já que muitas imagens estão surgindo nas redes sociais mostrando especialmente pessoas ligadas à ideologias de esquerda, fazendo exatamente o mesmo gesto.

No caso da Juliette, as fontes originárias explicam que ela está fazendo um sinal de "mudra", uma forma de posicionamento das mãos para a pratica de ioga e meditação, o que aparentemente não é considerado um "gesto racista", enquanto arrumar o paletó usando o mesmo gesto, é. Carlos obviamente partiu para cima, enfrentando a narrativa falsa, questionando o ato e expondo a hipocrisia:

- "Vão querer prender a vencedora do Big Brother Brasil também ou só vale quando é pra esculhambar alguém próximo a quem não se gosta? Nunca foi sobre o que se faz, mas sobre quem faz... as “narrativas do bem”!


Ainda, no mesmo sentido, combatendo mais uma vez a mesma narrativa puramente hipócrita, mostrando que na verdade Filipe Martins é sim um perseguido político, ele levantou o mesmo questionamento com o mesmo gesto feito pela Senadora Simone Tebet, conforme imagem que ilustra a reportagem.

Atacando os Antas daquele site dos antas, com um argumento muito bem colocado, sendo exatamente o mesmo gesto feito por Filipe, ele indaga a reportagem deles com a imagem:

1620336173440.png


Não sugeri nada, tá ok!? Mas acho que o gesto é igual, não? Bem lembrado, Antas! Como nós dois momentos não vejo problema algum, não é mesmo, democratas?
Aí os grandes milhos dizem que não tenho nada pra fazer... e comentam o fato!



Carlos compartilhou a imagem também da Senadora no seu Twitter:


Tudo se resume à guerra cultural e de narrativas, a chamada info wars, onde a realidade dos fatos é adaptada de acordo com os interesses do establishment político.

E então? O Ministério da Verdade brasileiro também condenará publicamente as duas? Ou só arrumar o paletó que é considerado um gesto "racista", ou na verdade, não é ***** nenhuma e sim um simples "ok" usado pelo mundo inteiro?

Como já dissemos, quero ver alguém conseguir provar, sem ajuda de algum "especialista" de humanas, que tirou essa informação da bunda de que OK é um sinal da supremacia branca. Provavelmente urge o Estado criar uma tipificação em Lei considerando que se você for de direita e fazer um OK é coisa de supremacista branco.


Gosta do Nosso Trabalho?
O POLITZ é uma mídia livre, independente e que não recebe qualquer dinheiro público ou político/partidário e é mantida apenas por propagandas e assinaturas dos(as) nossos(as) leitores. Se você gosta do nosso trabalho, considere nos ajudar, desabilitando bloqueadores de propaganda e fazendo uma assinatura de qualquer valor.
Clique aqui para ser direcionado ao nosso Apoia.se

Nota Legal: Nossas publicação são necessariamente baseadas em fontes originárias/primárias/secundárias e são sempre citadas com os devidos links para conferência e verificação à informação, em respeito à responsabilidade solidária na via de dupla checagem dos fatos pelo POLITZ e pelo(a) próprio(a) leitor(a). Repudiamos as chamadas fake news, falsas narrativas e manipulações via desinformação propagadas pelas mídias tradicionais, criando mecanismos duplos para o fact checking.
Opiniões são diferentes de fatos publicados e noticiados e podem não representar necessariamente o posicionamento do POLITZ na qual exerce e defende incondicionalmente o direito à liberdade de expressão, livre manifestação de pensamento, de posicionamento político e religioso (Constituição Federal de 1988, art. 5º, incisos IV, VI, IX, XIX. - Pacto de San José da Costa Rica. Decreto n. 678/1992. arts. 12 e 13. - Declaração Universal dos Direitos Humanos, arts. 18 e 19 e outras legislações nacionais ou internacionais aplicáveis, especialmente nas quais a República Federativa do Brasil é signatária).
Créditos sempre devidos para todos os(as) autores(as), incluindo imagens de capa e do corpo, ilustrações e outras. Em caso de erro, correção, sugestão, violação de direitos autorais, utilize o botão "Denunciar", o formulário de "Contato" ou deixe um comentário. Tais solicitações são tratadas com prioridade.
Fontes das Informações

Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
299
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom