Cientistas da Universidade de Cambridge afirmam em estudo científico que a pandemia chinesa pode ter começado em setembro de 2019

Esse artigo faz parte da Série Um Outro Olhar Sobre a Pandemia Chinesa
Cientistas da Universidade de Cambridge no Reino Unido estão investigando as origens do vírus chinês (Coronavírus/Covid-19) e em estudo científico, afirmam que a pandemia teria começado na verdade em setembro de 2019.

Segundo os cientistas da Universidade, os cálculos apresentados no estudo indicam que a praga chinesa poderia ter começado entre o dia 13 de setembro até o dia 7 de dezembro do ano passado.

O cientista Dr. Peter Foster, líder no estudo afirmou:

- "O vírus pode ter sofrido mutação para a sua forma final, que atinge humanos, meses atrás, podendo ter ficado em morcegos ou outros animais ou até em humanos por diversos meses sem ter infectado outros indivíduos [...] Assim, ele começou a infectar se espalhar para as pessoas no período entre o dia 13 de setembro até o dia 7 de dezembro".
No estudo publicado, que ainda necessita ser revisado por pares, os pesquisadores analisaram o vírus chinês através de modelos matemáticos e algoritmos.

Enquanto o vírus pode ter sido originado em morcegos, os cientistas encontraram centenas de mutações entre o vírus original Sars-CoV-2 e o primeiro que foi encontrado no epicentro da pandemia, em Wuhan, na China. De acordo com a fonte originária, o vírus normalmente sofre uma mutação por mês.

De acordo com os pesquisadores, isso indica que o vírus poderia estar se espalhando de forma silenciosa entre animais e humanos por anos, antes de chegar a forma que se encontra atualmente, na pandemia.

O Dr. Forster afirmou:

- "Se eu for pressionado por uma resposta, eu poderia falar que originalmente a infecção se espalhou na região sul da China ao invés de Wuhan [...] Mas a prova disso só poderá vir caso conseguíssemos analisar mais morcegos e potencialmente outros animais hospedeiros e as amostras preservadas nos hospitais chineses do período compreendido entre setembro e dezembro [do ano passado]".
Ele ainda disse que esse tipo de projeto de pesquisa poderia ajudar a entender como a transmissão aconteceu e ajudar a evitar situações semelhantes no futuro.

Obviamente a origem do vírus e quando começou é um assunto que está sendo amplamente debatido nas comunidades acadêmicas. Enquanto existem diversas afirmações que o vírus foi criado artificialmente em laboratório, um outro estudo afirmou que "não há evidências desse fato".

Hoje mesmo pela manhã publicamos o seguinte artigo:

Noticiado pelo POLITZ e classificado como fakenews, ganhador do Prêmio Nobel por ter descoberto a AIDS afirma: "Coronavírus foi criado em laboratório"

Noticiado pelo POLITZ e classificado como fakenews, ganhador do Prêmio Nobel por ter descoberto a AIDS afirma: "Coronavírus foi criado em laboratório"

O POLITZ vem acompanhando com seu olhar característico as narrativas oficiais sobre a praga chinesa de uma forma bastante diferente da mainstream, sempre tentando trazer informações que não estão de acordo com as narrativas oficiais. Desde o começo da pandemia, fizemos várias reportagens...

Pesquisadores do Scripps Research analisaram o genoma público do vírus e afirmaram que ele teria sido um produto de uma "evolução natural".

O Dr. Kristian Andersen, autor do estudo anterior, afirmou o seguinte: "Se compararmos o genoma disponibilizado das amostras do coronavírus, podemos com certeza determinar que o SARS-CoV-2 teve sua origem através de processos naturais".
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Conteúdo da Série

Estudo Científico: Mortalidade chega à 0,1% A Estratégia da Suécia Vem Mostrando Efetividade OMS afirma a Suécia tem "modelo a ser seguido" Governador de NY se diz chocado: 66% das pessoas internadas pelo vírus chinês estavam em casa, em quarentena. Segundo estudo, Lockdowns contra o Coronavírus causaram milhões de mortes no mundo Estudo científico: Lockdowns/quarentenas não apresentam benefícios contra a pandemia Estudo: 88% dos pacientes internados pelo Coronavírus em Nova York tinham ao menos 2 doenças preexistentes. Outro Prêmio Nobel Critica Previsões e Dispensa Interferência Governamental Sinais de Intervenção Humana No Vírus Chinês Lockdowns Não Provaram Sua Efetividade Nem Comprovações Científicas ou Empíricas Stanford: Vírus Chinês é Menos Mortal que a Gripe Comum E o Ganhador Nobel Está de Volta Criticando Os Lockdowns O Medo, o Pensamento de Manada e os Lockdowns Dados oficiais do CDC contrariam números divulgados por mídias Diretor da OMS Foi Membro de Um Violento Partido Comunista na Etiópia A Falha do Modelo Italiano de Isolamento/Quarentena Estudo da Alemanha: Maioria da população já está imune Os Lockdowns e Quarentenas Não Vão Parar a Pandemia Cientistas Chineses: 'Parece uma combinação de AIDS e SARS' Coronavírus pode ser arma biológica da China Ganhador de Prêmio Nobel: 'Coronavírus foi criado em laboratório e tem traços do HIV' Praga chinesa pode ter começado em setembro, segundo cientistas de Cambridge Epidemiologista Suéco: Quarentenas e Lockdowns são medidas erradas Harvard: Dados de Satélite Indicam Coronavírus Ativo Desde Outubro/2019 Governo de São Paulo erra previsões fatais em pelo menos 55% Estudo de Harvard: Mortalidade é menor do que o estimado pela OMS Brasil com menor índice de letalidade Cientista do Reino Unido erra feio em previsão de letalidade A Solução da Suécia

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
549
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom