Com credibilidade já abalada, OMS recua novamente e garante que as pessoas assintomáticas do vírus chinês transmitem a doença sim

Dando continuidade aos seus atos, mandos e desmandos que afetam sua credibilidade, a Organização Mundial de Saúde recuou quanto aos comentários proferidos pela chefe de doenças emergentes, Maria Van Kerkhove, que ontem afirmou que algumas pesquisas teriam indicado que pacientes assintomáticos possuíam baixas chances de transmitir o vírus chinês (Coronavírus/Covid-19).

Hoje, a OMS voltou atrás e negou que tenha dado qualquer sinal que esteja defendendo uma possibilidade de reabertura das economias e que não há estudos definitivos sobre o assunto, reafirmando que pessoas assintomáticas também transmitem a praga chinesa.

Maria Kerkhove chamou toda a situação de um "mal entendido", esclarecendo que suas declarações se tratavam apenas de um "número limitado de estudos realizado sem situações específicas".

Quem mais confia ainda nessa OMS?
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
528
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom