Com medidas duras de isolamento social e aplaudidas pela mídia brasileira, Argentina sofre queda gigantesca de 16,2% no PIB do 2º trimestre

O poste da Cristina Kirchner, o presidente Alberto Fernández conseguiu mais uma vez o que parecia ser impossível: quebrar novamente a economia da Argentina, com suas medidas de forte isolamento social, lockdowns obrigatórios no país, estatização de setores da produção econômica, dentre outras que foram aplaudidas e comemoradas pela mídia brasileira e seus adeptos esquerdistas.

O Produto Interno Bruto (PIB) da Argentina registrou uma queda de 16,2% no segundo trimestre de 2020, se comparado aos três primeiros meses do ano.

A informação é da Agência Oficial de Estatísticas do País (Indec) e foi divulgada na última terça-feira (22). No ano passado, a queda também foi histórica, registrando no mesmo período um tombo de 19,1%.

A fonte originária menciona que o PIB foi fortemente afetado pelo isolamento social obrigatório por conta da pandemia chinesa causada pelo Coronavírus/Covid-19, aprofundando a já existente recessão econômica que a Argentina parece nunca conseguir se livrar.

Desde o dia 20 de março o isolamento social obrigatório foi imposto, piorando cada vez mais a situação do país.

Tudo caminha para a Argentina se tornar uma nova Venezuela. Preparem-se para um êxodo em massa dos nossos vizinhos para cá.
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
485
Comentários
2
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom