Com muita lacração, gente ajoelhando e esquerdismo, finais da NBA enfrentam queda de 66% na audiência

Todos nós sabemos que a esquerda tem como principal estratégia a infiltração cultural como objetivo para vencer a suposta guerra cultural imposta por Antonio Gramsci e obviamente, esportes não ficaram de fora da tentativa de domínio ideológico proposta por essa ideologia diabólica.

Com a NBA, principal e mais famosa liga mundial do basquete americano, não ficou de fora. Nos últimos meses houve um grande registro de lacrações por partes dos jogadores profissionais, milionários, ajoelhando contra o hino, apoiando pautas da esquerda e lacrando como nunca.

E o velho ditado nunca falha, quem lacra, não lucra. É infalível. E isso acabou resultando em uma queda de 66% na audiência dos jogos finais da NBA, um dos mais importantes da temporada.

Conforme informa a fonte originária, em comparação ao ano anterior, houve uma queda de 66% na audiência em um dos jogos considerados os mais importantes.

Lembramos, há poucos dias observamos que "Protestos/Política dos Jogadores" foram citados como a força motriz do motivo pelo qual as pessoas estavam abandonando as exibições da NBA. Em uma pesquisa recente no Yahoo Sports com 22.266 respostas, as pessoas foram questionadas por que achavam que as audiências da NBA haviam caído. Protestos de jogadores/política foram os favoritos absolutos, com 61%, para explicar por que as pessoas estão se afastando da NBA.

1602588400065.png

Imagem: Reprodução da pesquisa realizada pela Yahoo News (Créditos: Reprodução)
Também observamos que o Jogo 3 das finais teve média de apenas 3,1 pontos e 5,94 milhões de espectadores, tornando-o "o jogo das finais da NBA menos assistido e com a menor pontuação já registrado", de acordo com o Yahoo Sports. Dias antes disso, notamos que o Jogo 2 também viu um colapso nas avaliações de 68% para mínimos históricos.

O Jogo 1 foi o jogo de abertura com menos visualizações finais da história.

Realmente não parece haver muita distorção que a NBA possa dar sobre as classificações terríveis, a não ser que a liga simplesmente perdeu o interesse de muitos que o teriam visto uma vez. Na verdade, uma das vozes mais "francas contra a opressão e o racismo", LebBron James, astro da liga, deveria ter sido o destaque da temporada. Em vez disso, parece que ele é exatamente o que está afastando os espectadores.

Também temos documentado o recente colapso da classificação que a NFL sofreu ao transformar sua liga em um movimento político nos últimos meses.

No início de outubro, a NFL estendeu a mão aos jogadores, dizendo-lhes "não se preocupem" com a queda nas audiências. Também em negação, eles culparam a corrida presidencial pela queda nas avaliações, dizendo aos jogadores: “A eleição presidencial de 2020 e outros eventos de notícias nacionais estão impulsionando o consumo substancial de notícias a cabo, conquistando uma parcela significativa da audiência de todos os outros programas. Historicamente, a audiência da NFL diminuiu em cada uma das últimas seis eleições presidenciais."
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
515
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom