Contra os lockdowns, Jair Bolsonaro afirma que não decretará essas medidas e que nem o 'Exército não vai pra rua obrigar o povo a ficar em casa'

Dados da Imagem
Presidente Jair Bolsonaro, contra os lockdowns totalitários (Marcos Corrêa / Presidência da República).

Contra os lockdowns, Jair Bolsonaro afirma que não decretará essas medidas e que nem o 'Exército não vai pra rua obrigar o povo a ficar em casa'​


O Presidente Jair Bolsonaro aparentemente é um dos poucos líderes mundiais, como Donald Trump e outros que tem coragem de enfrentar o problema causado pelos lockdowns e quarentenas totalitárias impostas por governantes e até prefeituras.

Jair Bolsonaro foi novamente muito claro em afirmar nessa segunda-feira que não iria impor nenhum tipo de lockdown e ainda lembrou que alguns governantes "estão se excedendo", mesmo dizendo que poderia adotar as medidas, como prerrogativa do Presidente. Em outra mensagem importante disse que 'meu Exército não vai para a rua obrigar o povo a ficar em casa', mandando outro recado para quem o chama de "totalitário".

É muito engraçado ver o choro da lacrosfera, jurando que o Presidente seria um ditador, enquanto as medidas totalitárias estão vindo de outros poderes da República.

Conversando com cidadãos ao sair do Palácio da Alvorada ele disse:

- "lguns querem que eu decrete lockdown. Não vou decretar. E pode ter certeza de uma coisa: o meu Exército não vai para a rua para obrigar o povo a ficar em casa. O meu Exército, que é o Exército de vocês. Fiquem tranquilos no tocante a isso daí. Agora, vamos ver até onde o Brasil aguenta esse estado de coisas. Eu quero paz, tranquilidade, democracia, respeito às instituições. Mas alguns estão se excedendo"

Ele também vem criticando severamente desde o início da pandemia as medidas de isolamento social, algo que foi adotado amplamente pelos países mas que até agora não gerou nenhuma prova empírica ou científica concreta para justificar as medidas como lockdowns, na nossa opinião.

O Presidente também lembrou como funcionam as coisas no Japão, que não adotaram nenhuma medida restritiva mesmo tendo uma população bastante idosa:

- "No Japão não tem fica em casa. E é uma população, acho que talvez a mais idosa do mundo. Mas lá ninguém estava unido para derrubar o presidente. Assim é quase no mundo tudo. Raro são os países que estão aproveitando a pandemia para tentar derrubar o presidente.

O POLITZ trouxe ao longo do ano diversas reportagens mostrando um lado que ninguém quer falar sobre a pandemia chinesa (Coronavírus/Covid-19) em uma série de artigos especiais, além dos traduzidos, trazidos ao Brasil com exclusividade por nós:

Um Outro Olhar Sobre a Pandemia Chinesa

Um Outro Olhar Sobre a Pandemia Chinesa

Reunimos aqui para vocês diferentes pontos de vista em relação à pandemia causada pelo vírus chinês, com opiniões, estudos científicos e dados estatísticos bem diferentes dos vendidos pelas mídias mainstream. Confira conosco e fique à vontade para compartilhar.

Quem mais terá coragem de enfrentar essas medidas totalitárias além do Presidente?

Gosta do Nosso Trabalho?
O POLITZ é uma mídia livre, independente e que não recebe qualquer dinheiro público ou político/partidário e é mantida apenas por propagandas e assinaturas dos(as) nossos(as) leitores. Se você gosta do nosso trabalho, considere nos ajudar, desabilitando bloqueadores de propaganda e fazendo uma assinatura de qualquer valor.
Clique aqui para ser direcionado ao nosso Apoia.se

Nota Legal: Nossas publicação são necessariamente baseadas em fontes originárias/primárias/secundárias e são sempre citadas com os devidos links para conferência e verificação à informação, em respeito à responsabilidade solidária na via de dupla checagem dos fatos pelo POLITZ e pelo(a) próprio(a) leitor(a). Repudiamos as chamadas fake news, falsas narrativas e manipulações via desinformação propagadas pelas mídias tradicionais, criando mecanismos duplos para o fact checking.
Opiniões são diferentes de fatos publicados e noticiados e podem não representar necessariamente o posicionamento do POLITZ na qual exerce e defende incondicionalmente o direito à liberdade de expressão, livre manifestação de pensamento, de posicionamento político e religioso (Constituição Federal de 1988, art. 5º, incisos IV, VI, IX, XIX. - Pacto de San José da Costa Rica. Decreto n. 678/1992. arts. 12 e 13. - Declaração Universal dos Direitos Humanos, arts. 18 e 19 e outras legislações nacionais ou internacionais aplicáveis, especialmente nas quais a República Federativa do Brasil é signatária).
Créditos sempre devidos para todos os(as) autores(as), incluindo imagens de capa e do corpo, ilustrações e outras. Em caso de erro, correção, sugestão, violação de direitos autorais, utilize o botão "Denunciar", o formulário de "Contato" ou deixe um comentário. Tais solicitações são tratadas com prioridade.
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
187
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom