Criticando as medidas totalitárias como toques de recolher e lockdowns, Presidente Jair Bolsonaro ironiza Ibaneis: "Estado de sítio começa hoje?"

Dados da Imagem
Paz e amor, bicho. Nada de medidas totalitárias por aqui (Reprodução / Twitter)

Criticando as medidas totalitárias como toques de recolher e lockdowns, Presidente Jair Bolsonaro ironiza Ibaneis: "Estado de sítio começa hoje?"​


Em um tom claramente crítico contra as medidas totalitárias impostas por governadores e prefeitos do Brasil inteiro, em uma tentativa inútil e sem comprovação científica ou empírica da sua eficácia, os tais lockdowns, isolamentos e confinamentos sociais e agora, até mesmo lockdowns, o Presidente Jair Bolsonaro em tom irônico disparou contra o governador Ibaneis Rocha (MDB).

Nessa manhã, no Palácio do Planalto, o Presidente Jair Bolsonaro conversou com um grupo de cidadãos como de costume e perguntou quando começava o "estado de sítio" declarado pelo governador Ibaneis, onde ordenou um toque de recolher, uma medida usada em casos extremos, de guerra, ou por ditaduras, para colocar todo mundo dentro de casa, das 22h até as 5h da manhã, até o dia 22.

O Presidente Jair declarou: "Alguém é de Brasília aí? Quando é que começa o estado de sítio, hoje? Estado de sítio começa hoje?"

Os cidadãos seguiram a opinião do Presidente, também criticando o ocorrido. João Doria por exemplo vem adotando medidas cada vez mais restritivas, sem qualquer resultado efetivo, se tornando alvo de grandes críticas do povo de São Paulo.

Bolsonaro também lembrou algo muito importante da guerra cultural: "Essa guerra de informação é a mais importante que existe no momento".

Para quem não conhece, o termo conhecido como info wars é uma modalidade de guerra de narrativas, onde normalmente é usada a informação para desinformar a população.

Algo parecido vem acontecendo no Brasil? Deixe nos comentários para nós.


Gosta do Nosso Trabalho?
O POLITZ é uma mídia livre, independente e que não recebe qualquer dinheiro público ou político/partidário e é mantida apenas por propagandas e assinaturas dos(as) nossos(as) leitores. Se você gosta do nosso trabalho, considere nos ajudar, desabilitando bloqueadores de propaganda e fazendo uma assinatura de qualquer valor.
Clique aqui para ser direcionado ao nosso Apoia.se

Nota Legal: Nossas publicação são necessariamente baseadas em fontes originárias/primárias/secundárias e são sempre citadas com os devidos links para conferência e verificação à informação, em respeito à responsabilidade solidária na via de dupla checagem dos fatos pelo POLITZ e pelo(a) próprio(a) leitor(a). Repudiamos as chamadas fake news, falsas narrativas e manipulações via desinformação propagadas pelas mídias tradicionais, criando mecanismos duplos para o fact checking.
Opiniões são diferentes de fatos publicados e noticiados e podem não representar necessariamente o posicionamento do POLITZ na qual exerce e defende incondicionalmente o direito à liberdade de expressão, livre manifestação de pensamento, de posicionamento político e religioso (Constituição Federal de 1988, art. 5º, incisos IV, VI, IX, XIX. - Pacto de San José da Costa Rica. Decreto n. 678/1992. arts. 12 e 13. - Declaração Universal dos Direitos Humanos, arts. 18 e 19 e outras legislações nacionais ou internacionais aplicáveis, especialmente nas quais a República Federativa do Brasil é signatária).
Créditos sempre devidos para todos os(as) autores(as), incluindo imagens de capa e do corpo, ilustrações e outras. Em caso de erro, correção, sugestão, violação de direitos autorais, utilize o botão "Denunciar", o formulário de "Contato" ou deixe um comentário. Tais solicitações são tratadas com prioridade.
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
114
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom