Delação premiada de ex-secretário do Rio de Janeiro entrega provas concretas que criminalizam o governador Wilson Witzel

Um acordo de delação premiada feito pelo ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Edmar Santos potencialmente criminaliza o governador (e provavelmente ex) Wilson Witzel.

Segundo as informações da fonte originária, o ex-secretário entregou um conjunto de provas materiais concretas que revelariam os detalhes da participação ativa do governador Wilson Witzel no esquema de corrupção na Saúde do estado em plena pandemia chinesa.

Além de ter apresentado evidências concretas contra o governador, o ex-secretário se comprometeu a devolver R$ 8,5 milhões à Justiça.

Um dos investigadores afirmou: "Ele entrega o dinheiro e os culpados".

Será este o fim da carreira para todos os ex-juízes federais que se envolveram com política?

Que vergonha desse país.
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
640
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom