(des)Organização Mundial de Saúde afirma que as vacinas contra a praga chinesa (Coronavírus/Covid-19) 'podem não ser tão eficazes'

Apesar de diversas vacinas, que normalmente podem levar décadas para serem desenvolvidas, contra a praga chinesa (Coronavírus/Covid-19) estarem em fase de testes e produção, elas podem levar a proteção para apenas alguns meses ou até mesmo nem causar o efeito desejado.

É o que diz o próprio diretor geral da (des)Organização Mundial de Saúde, Tedros Adhamon, ontem:

- "Não existe bala de prata no momento e talvez nunca exista"


Temos atualmente em produção 164 vacinas sendo desenvolvidas e pesquisas, algumas já estão até nas fases finais de testes, mas mesmo assim, o diretor geral da OMS afirmou que talvez nenhuma ofereça proteção necessária.

A OMS porém reforçou a necessidade de aplicar os velhos conjuntos de medidas contra o vírus chinês, como a testagem em massa, rastreamento de contatos e promover o isolamento social (algo que foi comprovadamente falho, como no caso da Suécia), afirmando que é a "arma mais potente contra a doença".

Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
462
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom