• Olá Visitante! Seja muito bem vindo(a)!

    O #FórumPOLITZ é uma Comunidade única, sendo a primeira rede social no estilo de Fórum criada para pessoas que tem sede de conhecimento, conteúdo, informação e que adora uma boa discussão. Prezamos pela liberdade de expressão, em uma rede totalmente segura, livre de censuras e perseguições ideológicas.

    Oferecemos recursos exclusivos, em uma plataforma construída no que há de mais moderno no mundo. Para aproveitar tudo isso, é preciso Criar um Perfil. É rápido, fácil e totalmente gratuito. Você pode usar até a sua conta no Twitter para fazer isso.

    Junte-se a nós, venha se informar e compartilhar o seu conhecimento com a comunidade que mais cresce no Brasil. Esperamos que goste :)

#VirouVítima Diretor que criou filme simulando o sequestro da filha de Sergio Moro para soltar Lula está "apavorado" com a repercussão do caso

Informações da Imagem
Reprodução do curta-metragem onde simulava o sequestro da filha de Sergio Moro para que Lula fosse solto - Créditos: YouTube/Reprodução.
A lacrada do roteirista Alexandre Barata Lydia, que publicou recentemente um curta-metragem mostrando o sequestro da filha de Sergio Moro, o nosso Ministro da Justiça, para que Lula fosse solto, disse estar "apavorado" com a proporção que o seu caso tomou.

O curta chamado Operação Lula Livre motivou a abertura de um inquérito pela Polícia Federal, atendendo a um pedido do próprio Ministro da Justiça, para investigar se o roteirista cometeu o crime de ameaça e apologia ao crime.

A porcaria publicada no YouTube conta a história de um casal de "guerrilheiros" que sequestram a filha do ministro "Sergio Mauro" para exigir a liberdade do ex-presidente "Luiz Jararaca da Silva".

Alexandre foi entrevistado pela fonte originária e disse estar "apavorado" com a repercussão do filme:

- "Não esperava essa reação. Achei melhor tirar o filme já que ele criou tantos celeumas e aborrecimentos. Pensei que seria algo localizado, mas até um jornalista da Noruega já me ligou".
Ele também afirma que está sendo vítima de "censura":

- "Não duvido que o Moro pode me prender. Se ele fez isso com o Lula, que, na minha opinião, não cometeu crime e nem tem culpa de nada, o que ele pode fazer com um zé ninguém como eu? Só porque ele ficou com raivinha por achar que estava sendo ameaçado, o que não está. Qual é a ameaça de um cara querer fazer um filme? Se um cara quer fazer um sequestro, ele vai lá e faz.".
E pra variar, mesmo com a lacrada ainda não sendo o suficiente, aproveitou para chamar Moro e Jair Bolsonaro de fascistas e ditadores.

Chora mais que tá pouco.
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

O cara faz um filme:

promovendo uma pratica terrorista de sequestro.
extremamente machista (degradando a imagem da mulher sequestrada)
homofobico (zoa a voz do Moro)
que incita o ódio da militância da extrema esquerda

e vem falar de censura?

CADEIA pra esse desgraçado!
 
Apologia ao crime?
Existe alguma lei contra a indução de sequestro ou outros crimes? Já que a indução ao suicídio também é crime.
Algo do tipo


A indução ao sequestro é um crime previsto no artigo XXX do Código Penal Brasileiro e é classificado como um crime contra a vida, que consiste no açular, provocar, incitar ou estimular alguém ao sequestro ou prestar-lhe auxílio para que o faça.
Indução ao sequestro é a criação de propósito inexistente, ou seja, a pessoa que sequestra e que não tinha essa intenção ou objetivo inicialmente.


A indução ao suicídio é um crime previsto no artigo 122 do Código Penal Brasileiro e é classificado como um crime contra a vida, que consiste no açular, provocar, incitar ou estimular alguém a suicidar ou prestar-lhe auxílio para que o faça.
Indução ao suicídio é a criação de propósito inexistente, ou seja, a pessoa que se suicida e que não tinha essa intenção ou objetivo inicialmente.
 

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
768
Comentários
3
Última atualização

Mais de POLITZ

Compartilhar

Top Bottom