Ditadura do Vale do Silício continua e YouTube é a nova Big Tech a censurar e suspender o canal de Donald Trump por 7 dias sem motivo aparente

Dados da Imagem
Imagem ilustrativa com algumas das principais Big Techs americanas (Reprodução).

Ditadura do Vale do Silício continua e YouTube é a nova Big Tech a censurar e suspender o canal de Donald Trump por 7 dias sem motivo aparente​


Alegando novamente um suposto "potencial contínuo de violência", a mesma falácia utilizada por outras Big Techs da ditadura do Vale do Silício, o YouTube, já conhecido amplamente por calar e censurar vozes conservadoras na sua plataforma, baniu temporariamente o canal do Presidente Donald Trump.

Os comentários por outro lado foram desativados permanentemente na plataforma. Trump não poderá postar ou enviar vídeos ao canal por pelo menos uma semana, nem mesmo as famosas transmissões ao vivo que regularmente vazia na rede.

Como todo bom argumento falacioso e utilizado por ditadores em todo o mundo, o YouTube alegou, também sem nenhum tipo de prova, que há preocupações com potencial contínuo de violência. A mídia, inclusive a fonte da nossa reportagem, afirma que o mesmo incentivou a invasão do Capitólio americano, sendo que o próprio vídeo divulgado pelo Presidente ele pede que os manifestantes voltem para suas casas, sem violência e pedindo paz.

A declaração da plataforma foi a seguinte:

“Após análise, e à luz das preocupações sobre o potencial contínuo de violência, removemos o novo conteúdo enviado ao canal de Donald J. Trump por violar nossas políticas. Agora, ele tem seu primeiro aviso e está temporariamente impedido de enviar novo conteúdo por um mínimo de sete dias.”
A bizarra suspensão ocorreu logo após ele realizar uma entrevista coletiva transmitida pelo YouTube na última terça-feira. O perfil no Twitter da plataforma postou o seguinte:


Como estamos dizendo, vocês em breve serão controlados absolutamente em todos os sentidos. Você só será permitido discutir assuntos liberados pelos governos e grandes plataformas e em breve até mesmo o crime-pensamento, previsto por Orwell em 1984 começará a existir: pensou em algo "errado"? Você será tratado como um criminoso.

Que Deus abençoe a humanidade.


Gosta do Nosso Trabalho?
O POLITZ é uma mídia livre, independente e que não recebe qualquer dinheiro público ou político/partidário e é mantida apenas por propagandas e assinaturas dos(as) nossos(as) leitores. Se você gosta do nosso trabalho, considere nos ajudar, desabilitando bloqueadores de propaganda e fazendo uma assinatura de qualquer valor.
Clique aqui para ser direcionado ao nosso Apoia.se

Nota Legal: Nossas publicação são necessariamente baseadas em fontes originárias/primárias/secundárias e são sempre citadas com os devidos links para conferência e verificação à informação, em respeito à responsabilidade solidária na via de dupla checagem dos fatos pelo POLITZ e pelo(a) próprio(a) leitor(a). Repudiamos as chamadas fake news, falsas narrativas e manipulações via desinformação propagadas pelas mídias tradicionais, criando mecanismos duplos para o fact checking.
Opiniões são diferentes de fatos publicados e noticiados e podem não representar necessariamente o posicionamento do POLITZ na qual exerce e defende incondicionalmente o direito à liberdade de expressão, livre manifestação de pensamento, de posicionamento político e religioso (Constituição Federal de 1988, art. 5º, incisos IV, VI, IX, XIX. - Pacto de San José da Costa Rica. Decreto n. 678/1992. arts. 12 e 13. - Declaração Universal dos Direitos Humanos, arts. 18 e 19 e outras legislações nacionais ou internacionais aplicáveis, especialmente nas quais a República Federativa do Brasil é signatária).
Créditos sempre devidos para todos os(as) autores(as), incluindo imagens de capa e do corpo, ilustrações e outras. Em caso de erro, correção, sugestão, violação de direitos autorais, utilize o botão "Denunciar", o formulário de "Contato" ou deixe um comentário. Tais solicitações são tratadas com prioridade.
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
563
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom