É oficial: Nomeado por José Sarney, Celso de Mello deixa a Suprema Corte após 31 anos

Com o pedido de aposentadoria adianta concedido pelo Poder Público, o Ministro Celso de Mello, nomeado por José Sarney para a Suprema Corte, deixará hoje o cargo vacante de forma oficial.

A data de sua aposentadoria, adiantada, é hoje, dia 13 de outubro. Ele tinha decidido adiantar sua aposentadoria alguns dias antes da data prevista pela legislação, na qual, prevê que os membros do Ministério Público e do Judiciário sejam aposentados compulsoriamente aos 75 anos.

De acordo com o setor de estatísticas do STF, o magistrado deixa a Corte com mais de 224 mil decisões tomadas, sendo 155.134 em caráter final. Ele deixa 2.869 processos em seu acervo. Com sua saída, parte dessas ações será redistribuída para outros ministros e seu sucessor assumirá o restante.

Atualmente, o indicado para ocupar o cargo é o Desembargador Kássio Marques, que ocupava a cadeira no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, desde 2011, nomeação que gerou certa polêmica entre as bases de apoio do Presidente Jair Bolsonaro.

Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
372
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom