É uma crítica à liberdade de expressão? Ministro Barroso, Presidente do TSE, alerta para "ataques massivos" de "terroristas verbais" nas redes sociais

O Ministro Luís Barroso, atual presidente do Tribunal Superior Eleitoral, alertou na última sexta-feira sobre os problemas que as redes sociais vem causando à sociedade, classificando como um "palco para pessoas totalmente pevertidas".

Em um evento com jornalistas, Barroso pediu apoio amplo da imprensa para combater à desinformação, na checagem dos fatos e com a verdade durante as campanhas eleitorais:

- "Talvez, a pior consequência das campanhas de desinformação seja precisamente essa deterioração do debate público e a formação de enclaves de pessoas que só falam para si mesmas e, quando têm interlocução com as outras, é para agredir e desqualificar. Nós, que defendemos a democracia, contamos mais do que nunca com o trabalho da imprensa de qualidade."


O Ministro ainda pede um 'filtro adequado' para a grande quantidade de desinformação e de inverdades que circulam nas redes sociais:

- "As redes sociais têm um lado positivo, mas vêm sendo palco para pessoas totalmente pervertidas difundirem mentiras deliberadas, campanhas de ódio e de difamação. Precisamos enfrentar isso. As instituições democráticas vêm sofrendo um ataque massivo de milícias digitais e de terroristas verbais que fazem muito mal a todos nós. Não só pelo possível impacto no resultado das eleições, mas pela deterioração do debate público de uma maneira geral."
Fontes das Informações

Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
356
Comentários
1
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom