Economia dos Democratas: Estados Unidos sob Joe Biden registra 744 mil novos pedidos de auxílio-desemprego, muito maior do que o previsto

Dados da Imagem
O presidente americano, Joe Biden (Drew Angerer / Getty Images).

Economia dos Democratas: Estados Unidos sob Joe Biden registra 744 mil novos pedidos de auxílio-desemprego, muito maior do que o previsto


Os novos pedidos de seguro-desemprego subiram para 744.000 na semana que terminou em 3 de abril, segundo dados oficiais do Departamento do Trabalho americano nessa quinta-feira. Os economistas previram um declínio de apenas 680.000 em relação aos 719.000 da semana anterior. Esta é a segunda semana consecutiva em que os pedidos iniciais de auxílio-desemprego aumentaram, contrariando as expectativas. A extremidade superior da faixa de previsões da pesquisa Econoday era de 705.000 pedidos apenas.

Os pedidos de seguro-desemprego podem ser voláteis semana após semana, então os economistas gostam de olhar para a média de quatro semanas. Isso aumentou em 2.500 para 723.750.

Os contínuos pedidos, que são relatados com atraso de uma semana, caíram para 3.734.000, uma diminuição de 16.000, na semana encerrada em 27 de março.

Incluindo novos programas para funcionários e proprietários de pequenas empresas, o número total de semanas contínuas reivindicadas para benefícios em todos os programas para a semana encerrada em 20 de março - os dados mais recentes disponíveis - foi de 18.164.588, uma diminuição de apenas 50.862 em relação à semana anterior.

Tais pedidos de auxílio atingiram um recorde de 6,87 milhões na semana de 27 de março, mais de dez vezes se comparado ao recorde anterior. Durante a primavera e o início do verão, cada semana subsequente registrou um declínio no número de requisições. Mas, no final de julho, o mercado de trabalho parecia estagnar e os pedidos giravam em torno de um milhão ao longo de agosto, um nível tão alto que nunca foi registrado antes da pandemia. As reinvidicações caíram novamente em setembro e tiveram um progresso lento, embora constante, até a eleição e o ressurgimento das infecções pelo vírus chinês (COVID-19), quando aumentaram novamente. Nas últimas semanas, no entanto, as reivindicações mais uma vez caíram de forma constante.

Muitos estados abrandaram ou eliminaram as restrições contra a praga chinesa para os negócios, incluindo restaurantes e bares, logo em março. Quarenta e três estados estão atualmente em funcionamento. Isso levou a um aumento da atividade econômica. Da mesma forma, o American Rescue Act autorizou US $ 1,9 trilhão em dinheiro para estímulos, embora apenas uma pequena fração desse valor tenha sido gasto até agora.

Por outro lado, as infecções têm aumentado recentemente, o que pode ser um obstáculo para os trabalhadores que procuram emprego e contratação.


Gosta do Nosso Trabalho?
O POLITZ é uma mídia livre, independente e que não recebe qualquer dinheiro público ou político/partidário e é mantida apenas por propagandas e assinaturas dos(as) nossos(as) leitores. Se você gosta do nosso trabalho, considere nos ajudar, desabilitando bloqueadores de propaganda e fazendo uma assinatura de qualquer valor.
Clique aqui para ser direcionado ao nosso Apoia.se

Nota Legal: Nossas publicação são necessariamente baseadas em fontes originárias/primárias/secundárias e são sempre citadas com os devidos links para conferência e verificação à informação, em respeito à responsabilidade solidária na via de dupla checagem dos fatos pelo POLITZ e pelo(a) próprio(a) leitor(a). Repudiamos as chamadas fake news, falsas narrativas e manipulações via desinformação propagadas pelas mídias tradicionais, criando mecanismos duplos para o fact checking.
Opiniões são diferentes de fatos publicados e noticiados e podem não representar necessariamente o posicionamento do POLITZ na qual exerce e defende incondicionalmente o direito à liberdade de expressão, livre manifestação de pensamento, de posicionamento político e religioso (Constituição Federal de 1988, art. 5º, incisos IV, VI, IX, XIX. - Pacto de San José da Costa Rica. Decreto n. 678/1992. arts. 12 e 13. - Declaração Universal dos Direitos Humanos, arts. 18 e 19 e outras legislações nacionais ou internacionais aplicáveis, especialmente nas quais a República Federativa do Brasil é signatária).
Créditos sempre devidos para todos os(as) autores(as), incluindo imagens de capa e do corpo, ilustrações e outras. Em caso de erro, correção, sugestão, violação de direitos autorais, utilize o botão "Denunciar", o formulário de "Contato" ou deixe um comentário. Tais solicitações são tratadas com prioridade.
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
207
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom