Em claro recado para João Doria, Anvisa emite nota sobre o uso de vacinas sem autorização da própria agência

Dados da Imagem
Amanda Perobelli/Reuters.
Recentemente o governador de São Paulo, João Doria, tinha se manifestado (conforme fonte originária) de uma possibilidade de aplicação da vacina chinesa, tão defendida por ele, a tal da CoronaVac ou Vachina como conhecida nas redes sociais, mesmo sem o registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), desde que aprovada por outros, mas a Anvisa é a única responsável pelo controle de medicamentos e o seus usos no país.

Assim, a Anvisa se manifestou oficialmente ontem, em um claro recado para o governador João Doria, que o registro da vacina tem como o objetivo o cumprimento de todos os requisitos técnicos e legais necessários à fabricação e uso do imunizante em larga escala.

Na nota, a agência reguladora afirma: “mesmo após o registro em algum outro país”, a avaliação do órgão é necessária para verificar pontos não avaliados por outras agências internacionais. Os pontos que ela deve analisar, segundo a nota oficial seriam: eficácia e segurança da vacina em brasileiros, condições técnico-operacionais da fábrica que virá para o Brasil, prazos de validade e condições de preservação da vacina face ao clima brasileiro, e medidas de acompanhamento e tratamento de eventuais efeitos colaterais do medicamento.

O Governador João Doria fez um comentário sobre à nota em seu perfil na rede social no Twitter:
- "Há confusão em relação à minha declaração sobre a validação da Coronavac junto à Anvisa. Existe diferença entre validar uma vacina fora do país e autorizar sua aplicação em território nacional."



A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo também se manifestou, afirmando em nota "que a vacina CoronaVac só será disponibilizada para a aplicação na população após a autorização da Anvisa”.
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
430
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom