Enquanto a velha imprensa ridiculariza e desrespeita PM executado na Bahia: "Surtado", "PM que surtou", Eduardo Bolsonaro sai em defesa dele

Dados da Imagem
Imagem do policial militar que foi executado no estado da Bahia após se revoltar contra as medidas totalitárias impostas pelos governos estaduais (Reprodução / Redes Sociais).

Enquanto a velha imprensa ridiculariza e desrespeita PM executado na Bahia: "Surtado", "PM que surtou", Eduardo Bolsonaro sai em defesa dele​


A mídia tradicional está fazendo um papel tão nojento quanto ao que faz na cobertura política do país.

Praticamente não há uma velha imprensa que não está usando o termo "PM que surtou" ou "PM surtado" ou qualquer outro termo pejorativo para condenar o Policial Militar do estado da Bahia que se revoltou contra as medidas totalitárias impostas por governadores de todo o país, levando à própria polícia a prender cidadãos, trabalhadores e gente inocente que está apenas tentando ganhar seu dinheiro trabalhando.

Não iremos reproduzir quaisquer vídeos, mas os excessos policiais estão aparecendo por todo o país nas redes sociais. Não faremos qualquer julgamento de mérito em relação às atitudes de certos membros da polícia, mas que as coisas estão estranhas, elas estão: trabalhadores sendo presos, agredidos, vídeos mostrando um excesso de força e até uso de algemas contra pessoas que estão trabalhando.

Na nossa opinião, o PM Wesley na verdade teve é um surto de lucidez diante dos comandos totalitários impostos por prefeitos e governadores.

Enquanto isso, a velha mídia ridiculariza o soldado, morto por dezenas de tiros após ter disparado um. Pareceu proporcional a reação dos seus colegas de farda? Não muito.

Bia Kicis recentemente saiu em defesa do policial morto, mas conforme relatos, ela apagou a postagem e agora pede uma investigação sobre o caso. Ela teria postado a seguinte mensagem em seu Twitter:

- "Soldado da PM da Bahia abatido por seus companheiros. Morreu porque se recusou a prender trabalhadores. Disse não às ordens ilegais do governador Rui Costa da Bahia. Esse soldado é um herói. Agora a PM da Bahia parou. Chega de cumprir ordem ilegal!"


Não sabemos exatamente o que levou ela a apagar a postagem, pois apenas falou verdades que devem ter incomodado alguns pares do legislativo. Notícias da velha imprensa afirmam que ela está "incitando um motim" na Polícia Militar.


Vejam como funcionam as narrativas da velha imprensa, chega a ser bizarro de tanta manipulação que existe.

Já o Deputado Eduardo Bolsonaro, também saiu em defesa do PM morto, afirmando que estamos em um 'sistema ditatorial', pura verdade:

- "Aos vocacionados em combater o crime, prender trabalhador é a maior punição. Esse sistema ditatorial vai mudar. Protestos pipocam pelo mundo e a imprensa já não consegue abafar. Estão brincando de democracia achando que o povo é ******."



Até quando iremos aceitar que governadores e prefeitos continuem expedindo ordens ilegais no mesmo nível de ditaduras comunistas? Vocês estão gostando da pequena amostra grátis do socialismo no Brasil?

Gosta do Nosso Trabalho?
O POLITZ é uma mídia livre, independente e que não recebe qualquer dinheiro público ou político/partidário e é mantida apenas por propagandas e assinaturas dos(as) nossos(as) leitores. Se você gosta do nosso trabalho, considere nos ajudar, desabilitando bloqueadores de propaganda e fazendo uma assinatura de qualquer valor.
Clique aqui para ser direcionado ao nosso Apoia.se

Nota Legal: Nossas publicação são necessariamente baseadas em fontes originárias/primárias/secundárias e são sempre citadas com os devidos links para conferência e verificação à informação, em respeito à responsabilidade solidária na via de dupla checagem dos fatos pelo POLITZ e pelo(a) próprio(a) leitor(a). Repudiamos as chamadas fake news, falsas narrativas e manipulações via desinformação propagadas pelas mídias tradicionais, criando mecanismos duplos para o fact checking.
Opiniões são diferentes de fatos publicados e noticiados e podem não representar necessariamente o posicionamento do POLITZ na qual exerce e defende incondicionalmente o direito à liberdade de expressão, livre manifestação de pensamento, de posicionamento político e religioso (Constituição Federal de 1988, art. 5º, incisos IV, VI, IX, XIX. - Pacto de San José da Costa Rica. Decreto n. 678/1992. arts. 12 e 13. - Declaração Universal dos Direitos Humanos, arts. 18 e 19 e outras legislações nacionais ou internacionais aplicáveis, especialmente nas quais a República Federativa do Brasil é signatária).
Créditos sempre devidos para todos os(as) autores(as), incluindo imagens de capa e do corpo, ilustrações e outras. Em caso de erro, correção, sugestão, violação de direitos autorais, utilize o botão "Denunciar", o formulário de "Contato" ou deixe um comentário. Tais solicitações são tratadas com prioridade.
Fontes das Informações

Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
455
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom