Fenômeno político inabalável: Presidente Jair Bolsonaro é o favorito na corrida presidencial de 2022

Uma recente pesquisa que acaba de ser divulgada pela fonte originária confirma o que todos já sabiam: primeiro, que a popularidade do Presidente Jair Bolsonaro, que vem sendo sabotada diariamente pelas forças do establishment brasileiro, incluindo as próprias mídias da mainstream, está inabalável. E segundo: ele é o favorito para as eleições da corrida eleitoral de 2022.

O Governo dele vem enfrentando tempestades geradas por todos os motivos, sempre com uma grande divulgação e publicidade negativa perante mecanismos de comunicação, porém, apesar disso, sua popularidade frente ao eleitorado praticamente não se altera. Da saída de Sergio Moro, Henrique Mandetta, confusões no MEC e até acusações de interferência política na Polícia Federal, parece que nada afeta o "mito Bolsonaro", como é chamado pelos seus apoiadores.

Conforme publicado, se a disputa presidencial fosse hoje, ele seria reeleito.

Um levantamento realizado pelo instituto Paraná Pesquisas feito entre os dias 18 a 21 de julho trouxe esse resultado.

Jair Bolsonaro lidera todos os cenários do primeiro turno, com porcentuais que vão de 27,5% até 30,7%, derrotando quaisquer candidatos concorrentes, seja Lula da Silva, Fernando Haddad, Ciro Gomes, Sergio Moro, João Doria ou até mesmo Luciano Huck.

A mídia originária simplesmente não consegue entender na reportagem em meio as supostas turbulências que poderiam afetar sua popularidade, e que, segundo pesquisas, sabe se lá se são muito confiáveis, afirmam que 48,1% desaprovam a sua gestão.

1595594541421.png


Já no segundo turno, Sergio Moro poderia ser uma ameaça, mostrando 35% das intenções de voto contra 44,7% do Presidente Jair.

Contra o poste Fernando Haddad, ele apareceria apenas com 32%, frente aos 46,6% do Presidente. Lula, mantendo a média de concorrência, mesmo inelegível, vem com 36% frente a 45,6% de Jair Bolsonaro.

Caso concorresse contra o João Doria com sua prudência e sofisticação, Doria alcançaria apenas 23% dos votos, enquanto Jair Bolsonaro teria 51,7%. Luciano Huck vem com 27,6% e Bolsonaro com 50,8%.

1595594632375.png


É um massacre político, de um fenômeno que boa parte do establishment ainda não entendeu.
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
727
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom