Governador do Arizona não vai aceitar os resultados da eleição presidencial até que todas as ações judiciais de Donald Trump sejam julgadas

O governador do estado do Arizona nos Estados Unidos, um dos battlegrounds das eleições americanas, Doug Ducey, anunciou bem claramente que a eleição presidencial não acabou enquanto todas as ações judiciais abertas pela Campanha de Donald Trump não forem julgadas.

O governador republicano deu a seguinte declaração em uma coletiva de imprensa:

- "Existem ações judiciais que estão sendo contestadas no tribunal e todos os participantes da cédula têm certos direitos de acesso e recursos e, se quiserem, podem fazê-lo. Assim que forem julgados e o processo se desenrolar, aceitarei os resultados da eleição [...] Nós podemos confiar nas eleições do nosso estado, mas ainda existem questões e dúvidas que devem ser resolvidas e respondidas"


Ducey ainda não declarou o Democrata Joe Biden como vencedor. O governador observou que ouviu falar sobre questões eleitorais no estado, mas não viu pessoalmente nenhuma evidência.

A lei estadual do Arizona concede a todos os condados do Arizona até 23 de novembro para certificar os resultados da eleição. Em seguida, os municípios devem enviar seus resultados para a Secretaria de Estado, que tem mais 10 dias para certificar os resultados em todo o estado.

Enquanto vários meios de comunicação descreveram Biden como o presidente eleito e o declararam vencedor, a fonte originária elencada abaixo está aguardando o resultado de ações judiciais e outros processos necessários para concluir a eleição e, finalmente, declarar o vencedor.

O Colégio Eleitoral vota no mês que vem, e o Congresso realizará sua Sessão Conjunta para contar formalmente os votos eleitorais e declarar os resultados oficiais das eleições no início de janeiro.

De acordo com a contagem de votos não oficial, Biden está à frente de Trump por cerca de 11.000 votos no Arizona.

No início desta semana, o Partido Republicano do Arizona agiu para impedir as autoridades do condado no estado para atrasar a certificação de seus resultados.

"O partido está pressionando não apenas pelos supervisores do condado, mas por todos os responsáveis por certificar e apurar a eleição para garantir que todas as perguntas sejam respondidas para que os eleitores tenham confiança nos resultados da eleição", disse Zach Henry, porta-voz do Partido Republicano do Arizona, para a Associate Press.

O Partido também abriu um processo judicial para requisitar uma contagem manual dos votos no condado de Maricopa, que também incluí a cidade de Phoenix, um dos locais problemáticos apresentados, segundo as ações judiciais, que também tentam impedir a certificação eleitoral enquanto todos os processos judiciais forem concluídos.
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
202
Comentários
1
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom