Guilherme Boulos e a utopia do seu eleitorado: Pesquisa revela que seus eleitores são brancos, ricos e moram e bairros da elite brasileira

O aparente sucesso eleitoral do extremista de esquerda, Guilherme Boulos, é uma das maiores provas que o Brasil foi onde as teorias do marxismo/progressismo/gramscismo cultural mais deram certo na face da Terra (sem contar a França é óbvio, que só serve para perder guerras e serem dominados por outros povos).

De qualquer forma, é incrível como a esquerda consegue convencer com o seu patético discurso as próprias pessoas que elas no fundo, querem destruir o seu próprio modo de vida, se infiltrando principalmente na classe média e alta. Não sabemos exatamente se é pura ignorância ou pura inocência de um discurso típico do teatro das tesouras.

Mas voltando a notícia, conforme publicado pela fonte originária, o fato é que o eleitorado de Guilherme Boulos é tudo aquilo que a esquerda odeia e é extremamente difícil explicar esse paradoxo: são pessoas brancas, ricas e que moram em bairro de luxo.

O próprio Boulos segundo a reportagem é morador de um bairro de classe média alta, como em Jardins (São Paulo), conhecido por residentes brancos, ricos, de escolaridade de nível superior, tudo isso segundo os mapas de votação do último domingo (15).

O Paraná Pesquisas através do seu Presidente, Murilo Hidalgo também teria confirmado o perfil elitista do eleitorado do extremista de esquerda. O levantamento do instituto mostra que Bruno Covas (PSDB) teria hoje 50,3% (ou 61,5% dos votos válidos) contra 31,5% (38,5% dos válidos).

Já a 'massa' da população pretende votar em Bruno Covas, 55% dos eleitores analfabetos ou com ensino fundamental preferem o tucanato do PSDB.

Covas também tem a maioria de eleitores com ensino superior completo, mas o percentual cai para 44,9%. Boulos soma 35%.

O levantamento do Paraná Pesquisas foi realizado nos dias 16 e 17 deste mês e registrado no TSE sob o n.º SP-09859/2020.
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
365
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom