Huffington Post, um dos maiores sites da extrema-esquerda do mundo, financiada até mesmo por George Soros, acaba de encerrar suas operações no Brasil

Como todos sabemos, sites criados pelo artificialismo da esquerda globalista, com financiamentos vindos até mesmo do pai e financiador da esquerda mundial, George Soros, incluindo o próprio Huffington Post e em situação semelhante, o BuzzFeed, podem não dar certo com o tempo, exatamente por não serem tendências orgânicas com crescimento de acordo com a demanda e interesses do público, diferente do que acontece com sites independentes ligados ao conservadorismo e à direita, sendo o caso do POLITZ por exemplo e outras mídias independentes brasileiras e internacionais, podendo até mesmo citar o próprio The Breitbart News ou o jornal The Epoch Times, ambos, fazendo um enorme sucesso.

Sem darem muitas explicações, o HuffPost Brasil, a versão brasileira do The Huffington Post, que recebeu financiamentos diretos do próprio globalista George Soros [1] [2],

Como também já anunciamos, tanto o Huffington Post como o BuzzFeed, ambos alinhados à mesma ideologia da extrema-esquerda, vem reduzindo suas operações em todo mundo, inclusive até o fechamento de algumas de suas filiais.

Foram 7 anos de atividade no país, com muita lacração, progressismo e toda a implementação da agenda proposta pelo marxismo/progressismo/gramscismo cultural e agora encerraram as suas atividades, sem nenhum tipo de anuncio em relação ao motivo. O comunicado foi feito ontem, na terça-feira, pelo editor-chefe da versão brasileira, Diego Iraheta.

A nota publicada ontem (leia aqui), tem os agradecimentos do editor-chefe para os jornalistas que participaram do projeto, além dos leitores que acompanhavam o site. Em seu Instagram ele publicou a seguinte postagem:

- "Passei 7 anos intensos nessa redação, que só quero celebrar. Celebro nossa cobertura pioneira (e premiada) de LGBT e de mulheres, numa perspectiva feminista, que acabou sendo replicada pela imprensa inteira depois. Celebro as 366 mulheres que estrelaram “Todo Dia Delas”, maior projeto que já concebi, que conquistou patrocínio de C&A e virou case. Celebro o enfoque em saúde mental que nos acompanha desde 2014 — e é cada vez mais urgente. Celebro as madrugadas de edição, debates políticos, transformações do Brasil que reportamos, analisamos. Sempre com pluralidade de vozes. Celebro os erros que nos fizeram crescer como jornalistas. Celebro meu time de acertos e excelência."



O POLITZ apoia muito o empresário brasileiro, sabemos de todas as dificuldades existentes, mas ao mesmo tempo, não somos fãs de implementação de nenhum tipo de agenda política globalista, de forma forçada e especialmente financiada por grandes globalistas disfarçados de filantropos que basicamente defendem uma engenharia social absurda em nossa sociedade.

No final, Deus sempre cobra a conta. Ou o capiroto, dependendo do caso.

Ficamos muito tristes com essa notícia:

1606316916439.png
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
508
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom