Itália registra pela primeira vez mais curados do que novos casos da praga chinesa

Pela primeira vez desde que a pandemia chinesa deu às caras ao mundo, a Itália surge com uma nova notícia extremamente positiva e reconfortante diante de uma desgraça que vem afetando tanto a humanidade.

Segundo a fonte originária, a Itália registrou pela primeira vez, o número de casos ativos do vírus chinês (Coronavírus/Covid-19) menor do que o número de pacientes curados. Os casos ativos registraram uma queda pelo quarto dia seguido, conforme dados oficiais divulgados hoje.

Atualmente, o país possuí 106.848 pessoas infectadas, ao contrário das 107.699 da semana passada.

Dos 106.848 pacientes doentes, 2.267 estão em terapia intensiva, 81.710 em isolamento domiciliar e 22.871 internados em hospitais, mas fora das UTIs.

O país vem acumulando por 20 dias seguidos uma queda na quantidade de pacientes que foram internados em unidades de terapia intensiva.

Outros dados indicam que 57.576 pacientes foram curados, é um recorde diário para o país.

O chefe do órgão responsável, Angelo Borrelli, em coletiva de imprensa declarou: "Os números são particularmente reconfortantes".
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
425
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom