Major Olímpio atacar Jair Bolsonaro afirmando que ele 'está comprando partidos para não ter impeachment' e que 'não tem plano nenhum para o país'

O Senador Major Olímpio, considerado por muitos apoiadores de Jair Bolsonaro como um verdadeiro traidor do Presidente, por ter se posicionado diversas vezes contra ele, cortando qualquer tipo de aliança, deu uma nova entrevista na qual disfere novos ataques contra a Presidência da República.

Obviamente não vamos reproduzir toda a entrevista na íntegra, que pode ser lida na fonte originária, com o link que disponibilizamos logo abaixo da nossa reportagem.

Porém, merece o destaque de que os ataques contra Jair Bolsonaro vindos do Major Olímpio estão aumentando, apesar do mesmo ter sido eleito sob a bandeira do Presidente da República, dizendo que abandonará a política: "Eu me elegi e devo muito ao Bolsonaro, mas também trabalhei muito por isso e por ele. Não vou me candidatar mais"

Ontem mesmo publicamos o seguinte:

Major Olímpio quer sair do PSL pelo motivo da sigla se reaproximar do Presidente Jair Bolsonaro

Major Olímpio quer sair do PSL pelo motivo da sigla se reaproximar do Presidente Jair Bolsonaro

A publicação da fonte originária informa que o Major Olímpio, do PSL de São Paulo, afirmou que tomou a decisão de se desfiliar do partido que lidera o Senado Federal, após o PSL se reaproximar do Presidente Jair Bolsonaro. Ainda, o Senador afirmou que deverá ficar um tempo sem qualquer filiação...

Em um primeiro momento ele afirma que o PSL é um partido neutro em relação ao Presidente e questiona porque políticos como Bia Kicis, Carla Zambelli e Eduardo Bolsonaro ainda estão fazendo alí dentro e declarou, claramente:


- "Tenho certeza que a aproximação do Bolsonaro é para comprar o partido para ver se ele arquiva todos esses processos contra deputados bolsonaristas no conselho de ética. Mas tem sim um monte de gata fogueteira correndo atrás de verba e cargo. Estão enganando o Bivar."
[/quote]

Ao ser questionado sobre a avaliação pessoal do Governo, Major Olímpio novamente foi incisivo no ataque:

- "Esse governo não tem projeto de país para nada. Eu sou o sub-relator da reforma tributária e esse é o governo da 'semana que vem eu vejo'. Quando vem o projeto da reforma tributária eu perguntei tantas vezes. Faz um ano e meio que eu ouço: semana que vem eu vejo. Essa interinidade macabra para a vida das pessoas de um general cumpridor de ordens no Ministério da Saúde para anular a saúde e tentar fazer valer a tese maluca da cloroquina do presidente. São mais de 70 mil mortes, dá vergonha na gente. Assume agora um novo ministro da Educação mas a gente não tem um projeto para nada. Nem a porcaria das escolas militares, que era para regozijo do presidente, acabou andando."


Provavelmente não sairá mais como candidato à nada pelo simples fato que não vai conseguir ser mais eleito.
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
805
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom