#TraduçõesPOLITZ Médica Virologista Chinesa Afirma Ter Provas de que o COVID-19 Foi Feito em Laboratório de Wuhan

[h1]Médica Virologista Chinesa Afirma Ter Provas de que o COVID-19 Foi Feito em Laboratório de Wuhan[/h1]
Imagem da Capa: Laboratório militar bioquímico em Wuhan. Imagem meramente ilustrativa (Créditos: Desconhecido)

Por Natalie Musumeci para o The New York Post.
Artigo traduzido e adaptado na íntegra pelo POLITZ.
[h3]Nota do Editor: O POLITZ já vem trazendo informações quanto à essa médica chinesa. Para saber mais, clique nas tags correspondentes desse artigo. Como o assunto voltou à tona através de uma mídia tradicional de alto alcance internacional, decidimos realizar uma tradução do artigo em questão.[/h3]


Uma virologista chinesa que supostamente estava se escondendo por medo de sua segurança apareceu novamente aos olhos do público para fazer a alegação explosiva de que ela tinha evidências científicas para provar que COVID-19 foi feito artificialmente em um laboratório na China.

A Dra. Li-Meng Yan, uma cientista, médica e virologista, que diz ter feito algumas das primeiras pesquisas sobre COVID-19 no ano passado, fez os comentários na sexta-feira durante uma entrevista no programa de entrevistas britânico "Loose Women".

Quando perguntado de onde vem o vírus mortal que matou mais de 900.000 em todo o mundo, Yan - falando através de um vídeo chat de um local secreto - respondeu: "Ele vem do laboratório - um laboratório em Wuhan que é controlado pelo governo da China".

Ela insistiu que relatos generalizados de que o vírus se originou no ano passado em um mercado úmido em Wuhan, China, são "uma cortina de fumaça".

- "A primeira coisa é o mercado [de carne] em Wuhan [...] é uma cortina de fumaça e esse vírus não é da natureza", afirmou Yan, explicando que ela obteve "sua inteligência do CDC na China, dos médicos locais".

A virologista já havia acusado Pequim de mentir quando soube do vírus assassino e se envolveu em um extenso acobertamento de seu trabalho.

Ela havia dito que seus ex-supervisores na Escola de Saúde Pública de Hong Kong, um laboratório de referência para a Organização Mundial da Saúde, a silenciaram quando ela soou o alarme sobre a transmissão de pessoa para pessoa em dezembro do ano passado.

Em abril, Yan teria fugido de Hong Kong e fugido para a América para aumentar a conscientização sobre a pandemia.

Agora, ela disse que planeja liberar evidências científicas para provar que o vírus foi feito dentro de um laboratório em Wuhan.

- "A sequência do genoma é como uma impressão digital humana", disse ela ao talk show. "Então, com base nisso, você pode identificar essas coisas. Eu uso as evidências [...] para dizer às pessoas por que isso veio do laboratório na China, por que eles são os únicos que fizeram isso."

Yan acrescentou: "Qualquer pessoa, mesmo que não tenha nenhum conhecimento de biologia, pode ler e verificar, identificar e verificar por si mesmo".

- "Isso é fundamental para sabermos a origem do vírus", disse ela. "Do contrário, não poderemos superá-lo - será uma ameaça à vida de todos."

Ela disse que está se assumindo agora porque "Eu sei que se não contar a verdade para o mundo, vou ficar arrependida."

Yan também afirmou que antes de fugir da China, suas informações foram apagadas dos bancos de dados do governo.

- "Eles apagaram todas as minhas informações", disse ela à “Loose Women”, alegando que pessoas foram recrutadas "para espalhar boatos sobre mim, que sou uma mentirosa".

Yuan Zhiming, diretor do Instituto de Virologia de Wuhan, negou anteriormente relatos de que o vírus se espalhou acidentalmente de suas instalações.

“Não há como esse vírus ter vindo de nós”, disse Zhiming à mídia estatal em abril.
Créditos Autorais:
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
2.825
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom