Ministro do Interior da França afirma: "O ataque foi claramente um ato de terrorismo islâmico"

O Ministro do Interior da França, Gérald Darmanin acaba de fazer uma afirmação que é raramente vista nos noticiários ou até mesmo dentro do próprio país, apontando dedos claramente para os responsáveis pelo último ataque terrorista que aconteceu ontem em Paris, deixando duas pessoas seriamente feridas.

Gérald afirmou que o ataque perto do ex-escritório da revista satírica Charlie Hebdo "claramente foi um ato de terrorismo islâmico":

- "É a rua onde ficava o Charlie Hebdo. É assim que operam os terroristas islâmicos"


Pelo menos 4 pessoas foram presas pelas autoridades francesas após a ocorrência.

Ele disse que ordenou que a segurança fosse reforçada em torno das sinagogas neste fim de semana para o Yom Kippur, o dia mais sagrado do calendário judaico.

O principal suspeito não foi identificado, mas Darmanin disse que chegou ao país há três anos "como um menor isolado" de nacionalidade paquistanesa.

O ministro acrescentou que o suspeito não era conhecido por ter sido radicalizado, mas já havia sido preso por portar uma chave de fenda.
Fontes das Informações

Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
194
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom