Ministro Marco Aurélio Mello afirma que não sabia que pedido de soltura de chefão do PCC foi feito por escritório de seu ex-assessor de gabinete

Marco Aurélio Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal que concedeu o habeas corpus para um chefão do PCC, André do Rap, vem dando declarações com bastante revolta quanto à revogação de sua própria decisão pelo então Ministro e Presidente do STF, Luiz Fux.

Agora, em entrevista para uma rádio de grande alcance nacional, Marco Aurélio afirmou que não sabia que o pedido de soltura do perigoso traficante de drogas teria sido feito por um ex-assessor de seu próprio gabinete.

O pedido, feito por Rodrigo Rangel e Luiz Vassalo, foi apresentado pelo escritório de Eduardo Ubaldo Barbosa, que até o começo deste ano era assessor no gabinete do Ministro do STF.

Marco Aurélio afirmou que “não sabia quem era” o autor do pedido e acrescentou que, se soubesse, não estaria impedido de julgar. Além disso, disse que mantém uma "relação funcional" com todos os seus assessores e que nunca teve uma "amizade íntima" com Eduardo Ubaldo.

Sei.
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
659
Comentários
1
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom