Ministro Paulo Guedes solta mais uma verdade dolorida: 'Atual sistema tributário brasileiro é um manicômio"

O Superministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou recentemente que o atual sistema brasileiro de tributos e impostos é um "manicômio", fato público e notório, especialmente para profissionais que trabalharam na área, especialmente advogados.

Durante uma audiência pública realizada na Comissão Especial da Reforma Tributária no Congresso Nacional, Paulo Guedes falou sobre o imposto de consumo, considerado um dos 'mais desiguais do país', segundo ele.

- "O nosso primeiro passo nessa direção [da reforma tributária] é exatamente o grande imposto sobre o consumo, que faz parte do manicômio tributário brasileiro [...] Para se ter uma ideia, só a extinção do PIS/Confins, elimina 100 regimes especiais que tornam absolutamente inóspito o ambiente empresarial brasileiro"


A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 45, uma das reformas tributárias analisadas pelo Congresso, propõe um Imposto sobre Bens e Serviços (IBS), que substituiria o ISS (imposto municipal) ICMS (estadual) e o PIS/Confins (federal).

Paulo Guedes reafirmou que não pretende aumentar os impostos: "O povo brasileiro já paga impostos demais. Nós estamos em um programa de simplificação e redução de impostos"
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
407
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom