Desde de quando eu ouço e converso sobre política eu me deparo com alguma mentira - você provavelmente compartilha da mesma observação -, entretanto foram essas mentiras quando analisadas e estudadas levam a um grupo político de sempre, a esquerda.

1566165390685.png

(parede pintada com frase do Che Guevara e com crianças
levantando as mãos com sentido revolucionário)​

A grande questão não é a mentira em si mas sim o por que a mesma é tão presente na esfera politica deles? Esse questionamento eu me faço todas as vezes quando abro o Twitter e vejo alguém afirmando "Nunca existiu o risco do comunismo no Brasil", "A reforma da previdência é para acabar com os pobres", "A Dilma sofreu um golpe", "O Lula é um preso político", "O Moro é da CIA e acabou com o pré-sal", "Bolsonaro é um nazista", "A Ditadura militar matou milhares", "O Foro de SP nunca existiu", "A Amazônia agora é dos EUA", etc.

1566165764746.png
1566165950280.png
1566166223353.png


Eu passaria horas aqui escrevendo todas essas calúnias, que aliás ultrapassam o racional histórico, e não conseguiria acreditar em nenhumas delas. Não por elas faltarem base histórica, política e ideológica, mas devido a serem repetidas tantas vezes por pessoas que mal sabem o que defendem, que torna-se uma narrativa. O pior é saber que todos os anos - todos anos mesmos - várias mentiras são criadas, e onde elas são realmente cultivadas? Nas escolas, infelizmente. Eu estou no último ano do ensino médio e sei muito bem como essa maldita tática ocorre. Basicamente aqueles professores mais adeptos a politica e de uma ideologia do espectro esquerdista recebem essa mentira ou criam, falam em salas de aulas para os alunos, eles interpretam não como opinião mas como fato, e aí já se deu a parte crucial dessa cadeia de calúnias. Eu particularmente já fui seduzido a essas mentiras e só me salvei devido a internet, mas nada de me impressionar no tocante a isso, visto que, Gramsci deixou claro que não dominassem os quarteis mas sim as escolas.
Seja no século XVIII, XIX, XX ou XXI vamos deparar com novas mentiras, mas de táticas tão velhas...