O Ceticismo e a Espiritualidade.

O ceticismo e a espiritualidade.

Alguns pseudo-intelectuais por ai usam e abusam do exibicionismo do seu próprio ceticismo, o que convenhamos que demonstra em partes a sua própria ignorância a respeito de ser cético. Obviamente, e digo isso com a certeza de quem enxerga a diferença entre os céticos e não céticos, é de extrema importância, para sua sanidade, que você seja um pouco.

E quando digo para sua sanidade, não digo a respeito de você se auto enxergar são, mas sim dos sãos te enxergarem insano. Obviamente o ceticismo nos ajuda em diversos aspectos na vida, tendo em vista que nos fazem seres mais críticos e menos imbecis e apreciadores de falácias. Como muitos costumam traduzir, o ceticismo não se trata da falta de crença, ou de não crer em nada, ou de ser como aqueles pseudo-intelectuais bestas, que acreditam saber demais não sabendo de nada. O ceticismo é, na verdade, a dúvida pelo óbvio, não absoluta, claro, para que não enlouqueça, mas que te faça critico e racional para com as coisas que nunca te fizeram duvidar.


olhos-vendados-e1448845754277.jpg



A religião sendo um assunto extremamente delicado, obviamente também necessita desse nosso aspecto cético, sabendo que o homem em sua natureza já desbloqueou a habilidade de ser tão podre e baixo a ponto de usar a crença e a fé das pessoas como ponte para o próprio ego, e mais tarde, a própria auto-destruição também.



ilustracao-dinheiro-ou-morte-159565.jpg



E não se engane a respeito da necessidade da fé, e aqui não falo de forma religiosa, mas sim racional, ou a vida seria vazia demais ou o seu ego é muito grande pra acreditar que se não existe nada maior que você, seu próprio intelecto e compreensão a respeito de tudo, são suficientes. A busca pela balança entre a fé e a razão deve ser implacável, para que não pereçamos na imbecilidade nem na descrença, assim como não somos santos mas buscamos ser, não somos racionais, mas buscamos ser.
Sobre o(a) Autor(a):
Paulo Santos
Paulo H. Santos é universitário de história e estudante voluntário e apaixonado de filosofia entre outras áreas de estudo.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
Paulo Santos
Visual.
380
Última atualização

Mais em Colunistas

Mais de Paulo Santos

Compartilhar

Top Bottom