O cuspidor José de Abreu foi condenado em indenizar Bia Doria em R$ 50 mil por compará-la a uma vaca

A 33ª Vara Cível da Comarca de São Paulo acaba de condenar o ator cuspidor José de Abreu por comparar Bia Doria a uma vaca, em um tweet que ele postou em meados de 2016.

O juiz da Vara, Douglas Iecco Ravacci, decidiu que Abreu deve indenizar Bia Doria por conta da sua postagem: "STF proíbe vaquejada mas permite que a Bia Doria dê entrevista? é um crime contra os animais...".

Como a decisão é de primeira instância, ainda cabe recurso, porém, até o momento, além da condenação, o mesmo terá que pagar as custas e despesas processuais, além dos honorários advocatícios.

Ambos os envolvidos não se manifestaram sobre o caso.

O TJ-SP ainda tentou por mais de 2 anos citar o cuspidor de pessoas para que ele se defendesse no processo, mas os Oficiais de Justiça não conseguiam nunca encontrar o decadente ator nos endereços fornecidos pelo Judiciário.

Em maio deste ano, o juiz do caso determinou que Abreu fosse citado por meio de edital público, "tendo em vista que restam exauridos todos os meios disponíveis para localização do requerido". Depois disso, Abreu iniciou sua defesa no processo, morando na Nova Zelândia, argumentando a banca de advogados que ele apenas se valeu do direito de liberdade de expressão.

Já o juiz entendeu que não era o caso: "Não foi uma crítica, nem uma piada ruim" - escreveu na sentença de 16 de setembro deste ano, afirmando que o texto consistiu em uma "verdadeira ofensa pessoal" e que a repercussão negativa causou dano à Bia Doria/


Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
296
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom