Obviamente, a China se recusou a permitir uma investigação internacional sobre a origem de sua praga chinesa (Coronavírus/Covid-19)

O embaixador chinês falou para as Nações Unidas que a China oficialmente está se recusando a aceitar uma investigação internacional sobre a origem da sua própria praga, causada pelo Coronavírus/Covid-19, pelo menos até a pandemia acabar.

Em declaração feita hoje para a ONU, o embaixador comunista, Chen Xu, disse:

- "Agora, a principal prioridade é se concentrar no combate à pandemia até a vitória final. [...] Não podemos perder tempo"

Foi através de uma coletiva de imprensa feita por videoconferência, rejeitando assim os pedidos internacionais para permitir que especialistas do mundo inteiro pudessem entrar no país para investigar as origens da pandemia.

- "Não é que sejamos contrários a qualquer tipo de investigação, inquérito ou avaliação [...] recisamos correr com tempo para salvar vidas o máximo que pudermos"

Em palavra de comunista não se acredita.

O que querem é na verdade apagarem todas as evidências da existência de qualquer relação dessa praga demoníaca com a China comunista.
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
432
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom