Porteiro corrige a própria versão para a Polícia Federal e afirma que não ouviu autorização do "seu Jair" para suspeito entrar no condomínio

O porteiro responsável pelo condomínio Vivendas da Barra, onde morava o Presidente Jair Bolsonaro, na Barra da Tijuca (RJ), corrigiu a sua versão para a Polícia Federal em depoimento dado ontem para os Federais.

A informação está sendo veiculada nas mídias mainstream.

Ele negou ter ouvido a autorização do "seu Jair" para que Élcio de Queiroz, um dos suspeitos de ter matado a então desconhecida Marielle Franco, entrasse no condomínio.

Agora os Federais precisam descobrir da onde exatamente saiu a versão mentirosa.

Nós temos uma dica bem global para isso.
Fontes das Informações
  • Haha
Reactions: ExtraNoob
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
783
Comentários
3
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom