• Olá Visitante! Seja muito bem vindo(a)!

    O #FórumPOLITZ é uma Comunidade única, sendo a primeira rede social no estilo de Fórum criada para pessoas que tem sede de conhecimento, conteúdo, informação e que adora uma boa discussão. Prezamos pela liberdade de expressão, em uma rede totalmente segura, livre de censuras e perseguições ideológicas.

    Oferecemos recursos exclusivos, em uma plataforma construída no que há de mais moderno no mundo. Para aproveitar tudo isso, é preciso Criar um Perfil. É rápido, fácil e totalmente gratuito. Você pode usar até a sua conta no Twitter para fazer isso.

    Junte-se a nós, venha se informar e compartilhar o seu conhecimento com a comunidade que mais cresce no Brasil. Esperamos que goste :)

PRIMEIRA MÃO: FDA APROVA REMÉDIO DE MALÁRIA (Cloroquina) COMO TRATAMENTO PARA O CORONA - 100% DE PACIENTES CURADOS - TRUMP ORDENA PRODUÇÃO EM MASSA

Enfim, surgimos com boas notícias em relação à maldita praga chinesa, o vírus chinês finalmente encontrou um inimigo à altura. E o POLITZ finalmente, em primeira mão, vem ser portador de boas notícias aqui no Brasil.

Antes de começarmos, queremos informar que disponibilizamos todas as fontes originárias das informações aqui publicadas. Sem exceção para qualquer afirmação nossa do título da reportagem, ou da manchete publicada em primeira mão em nosso Twitter:


O Presidente Donald Trump informou hoje em uma coletiva para a imprensa que o remédio conhecido como Cloroquina, uma velha medicação de 1944, usada para o tratamento de malária, acaba de ser aprovada pela Food and Drug Administration (FDA - equivalente à ANVISA americana) para ser usada como um possível tratamento para os casos do vírus chinês (Coronavírus/Covid-19).

A medicação foi utilizada em testes clínicos, segundo o representante da FDA, Dr. Stephen Hahn, que também falou durante a coletiva. Durante a coletiva, outros medicamentos também estão sendo testados com efeitos bastante positivos.

A ordem de Donald Trump, emitida pela Casa Branca, é para acelerar a produção em massa do medicamento e a aprovação de outros tratamentos e quem sabe, uma vacina, porém, ressalta que o seu uso deve ser feito com cuidado.

Um dos pontos cruciais da entrevista é que tanto Trump como Hahn, afirmam que "é importante não dar falsas esperanças" e que é possível que o país tenha o "remédio certo, mas se a dosagem não for apropriada, pode fazer mais mal do que bem". O remédio é conhecido por ter alguns efeitos colaterais, podendo causar danos ao olho humano.

As informações divulgadas hoje são baseadas em testes clínicos realizados com o Plaquenil, o nome comercial do hidróxido de cloroquina, onde no dia 9 de março, a publicação científica Clinical Infectious Diseases, informou que o remédio era efetivo para matar o vírus em laboratório, podendo ser uma solução rápida, segura e econômica para combater a doença.

Por enquanto, o artigo científico dos pesquisadores americanos não foi publicado. De acordo com o rascunho do documento, liderado pelo Dr. Didier Raoult, um médico cientista, 36 pacientes foram testados, incluindo 16 infectados de controle e 20 em tratamento. O teste consistia em fornecer 600 mg do remédio.

No dia 3 do tratamento, 50% dos pacientes testaram negativo para o vírus. No dia 6 do tratamento, 70% dos pacientes testaram como negativo.
No mesmo teste, em 6 dos 20 pacientes foram tratados em conjunto com Plaquenil e o antibiótico conhecido como Azitromicina e acabaram respondendo muito melhor na cura da doença.

De 6 pacientes testados, 5 ou 83% dos doentes, testaram negativo para a doença. Nos seis dias do tratamento, 100% deles, testaram negativo.

Enquanto os testes com o medicamento obtiveram muito sucesso, o grupo de controle continuou doente por mais tempo. Nos dias 3 e 6 do teste, 6.3% e 12,5%, respectivamente dos pacientes, testaram negativo.

É claro que a Organização Mundial de Saúde se mostrou cética com os resultados, o oficial da OMS, Dr. Janet Diaz, teria afirmado no dia 20 de fevereiro que não existiram provas que seria um tratamento efetivo para o caso, recomendando que sejam realizados testes clínicos para demonstrar a segurança e eficácia.

Cientistas do mundo todo estão ainda explorando a possibilidade para usar a cloroquina como uma profilaxia, ou seja, para evitar a contaminação pelo vírus, porém, necessita de mais estudos.

A farmacêutica Bayer também informou nessa última terça-feira que estará doando 3 milhões de tabletes do Resochin (fosfato de cloroquina), um produto descoberto em 1934, indicado para o tratamento e prevenção da malária.

Drogas antivirais, utilizadas para tratar o HIV, também estão na mira. O medicamento Kaletra (lopinavir/ritonavir) aparenta trazer alguns resultados.
Fontes das Informações


Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Tomara que realmente funcione e não seja apenas um falso alarde, pois se o for, vai piorar a situação do contágio, visto que, as pessoas, em geral, vão descuidar da quarentena e controle de disseminação, afinal, agora existe uma "cura".
 
Trump come sempre vai salvar o mundo da China comunista
 
EIIITTTAAAAAAA QUE O BONDE DO CORONGA VAI CHORAR!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
27.577
Comentários
10
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom