Projeto de Lei das Fake News apoiado por Alcolumbre, Maia e relatado por Angelo Coronel é criticado pela ONU e OEA: 'É arbitrário demais'

Até mesmo as instituições globalistas como a Organização das Nações Unidas (ONU) e a Organização dos Estados Americanos estão contra o famigerado e orwelliano projeto de lei das Fake News, encabeçado por diversos membros do stablishment brasileiro, como Davi Alcolumbre, Rodrigo Maia e de relatoria do próprio Senador Angelo Coronel, atual presidente da CPI do Ministério da Verdade (CPMI das Fake News), que até visitou a Rússia recentemente para "trocar conhecimento" com um dos países que mais controlam as liberdades individuais dos seus cidadãos.

O Projeto de Lei n. 2.630/2020, o PL das Fake News, foi considerado arbitrário e amplo demais ao livre acesso à internet em um relatório produzido pelas organizações supracitadas.

Assinado por especialistas em liberdade de expressão da própria ONU, David Daye, o documento de dez páginas critica fortemente alguns pontos desse totalitário projeto de lei aprovado às pressas pelo Senado Federal. O documento foi enviado para o próprio Presidente Jair Bolsonaro.

Para as organizações envolvidas no relatório, o Projeto de Lei entra em conflito com o próprio Pacto Internacional dos Direitos Humanos e a Convenção Americana de Direitos Humanos, ambos tratados internacionais na qual o Brasil é signatário, devendo ser cumprido com força constitucional.

O restante da reportagem da fonte originária mostra os pontos abordados pelos dois, que estamos cansados de repetir por aqui.
Fontes das Informações
  • Honk Honk!
Reactions: Jester
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
536
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom