Retomada econômica brasileira: Pedidos de seguro-desemprego despencam 18% em agosto

O Ministério da Economia divulgou hoje os dados sobre os pedidos do seguro-desemprego para o mês de agosto, comparados ao mês anterior.

Com muita fé em nosso Ministro Paulo Guedes, sempre muito otimista com a nossa economia, os pedidos do seguro-desemprego despencaram 18,2% em agosto, se comparados ao mês anterior.

Em julho, foram mais de 570 mil pedidos, já em agosto, quase 464 mil solicitações foram feitas.

Porém, considerando a pandemia causada pela desgraça da praga chinesa (Coronavírus/Covid-19) e suas consequências, as solicitações acumuladas do benefício no acumulado do ano chegaram a 4,9 milhões, um aumento de 7,5% em relação ao mesmo período do ano passado.

São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro lideraram os pedidos do auxílio, sendo a maioria no setor de serviços (43,2%) e no comércio (26,4%).
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
296
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom