Segundo pesquisa FGV, Fernando Haddad foi o mais processado por supostamente espalhar fake news na campanha eleitoral de 2018

A Fundação Getúlio Vargas (FGV), fez uma pesquisa recentemente, sem analisar o mérito dos processos, mostrando que Fernando Haddad (PT), então candidato à presidência da República, foi o principal alvo de processos por supostamente espalhar fake news na campanha eleitoral de 2018, com 15 ações.

Em segundo lugar, vem o nosso Presidente Jair Bolsonaro, com 14 ações e Mario França em seguida, com 13.

De acordo com a notícia publicada pela fonte originária, Jair Bolsonaro foi o candidato que mais moveu processos acusando oponentes de propagarem fake news sobre ele durante a eleição, com 42 ações, seguido por João Doria, 26, Suely Campos com 25 e Fernando Haddad com 22.

A pesquisa da FGV não avaliou o mérito dos processos, se realmente houve a disseminação de notícias sem embasamento verídico, apenas analisando a quantidade de processos.
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Não há comentários para mostrar.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
859
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom