Sergio Moro ficou estranhamente insatisfeito com a saída de Celso de Mello e pediu para que o processo contra Bolsonaro seja redistribuído no STF

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, ex-juiz federal e atualmente um irrelevante político no cenário brasileiro, Sergio Moro, não gostou nadinha da aposentadoria do Ministro Celso de Mello, que relatava o inquérito das supostas "interferências" do Presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal.

O pedido formal foi realizado ontem pelo ex-ministro, diretamente à Suprema Corte brasileira.

Sergio Moro quer que o caso seja logo redistribuído antes mesmo da sabatina do Senado Federal do novo indicado pelo Presidente Jair Bolsonaro, Kássio Marques, que está prevista para ocorrer no dia 21 de outubro.

Você pode ler o pedido de Sergio Moro na íntegra à seguir:

Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
240
Comentários
1
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom