Universidade americana compra milhares de testes da China para o vírus chinês e descobre que estavam contaminados

Uma mídia mainstream internacional reportou que uma Universidade americana parou de comprar quaisquer kits de testes chineses para detecção do vírus chinês (Coronavírus/Covid-19) após milhares de unidades estarem contaminadas.

A Escola de Medicina da Universidade de Washington teria adquirido milhares de testes de uma fábrica em Shangai e ao receberem os produtos, descobriram que uma porcentagem dos testes estavam contaminados, com indicações de contaminação bacteriana.

A informação é de que a Universidade teria gasto U$ 125 mil para comprar tais kits, que tiveram que ser jogados no lixo.

Dito isso, decidiram suspender a compra dos produtos.

Até quando o mundo continuará a negociar com chineses? Nada do que vem dessa região funciona.
Fontes das Informações
Sobre o(a) Autor(a):
POLITZ
Esse é o Perfil Oficial usado pela Equipe de Redação do POLITZ para criar as nossas matérias. As reportagens assinadas individualmente possuem perfil próprio.

Como de costume, oferecemos a fonte originária de todas as informações publicadas no final de cada artigo, com exceção das fontes internas. Captamos diversas informações pelo exclusivo #AlgoritmoPOLITZ que tem um alcance mundial.

Se você gosta do nosso trabalho como mídia independente, considere nos apoiar financeiramente com qualquer valor. Lembre-se que nós não recebemos dinheiro de políticos ou empresas estatais e só funcionamos com contribuições de vocês.

Comentários

Informações da Publicação

Autor(a)
POLITZ
Visual.
1.345
Comentários
2
Última atualização

Compartilhar

Top Bottom