• Olá Visitante! Seja muito bem vindo(a)!

    O #FórumPOLITZ é uma Comunidade única, sendo a primeira rede social no estilo de Fórum criada para pessoas que tem sede de conhecimento, conteúdo, informação e que adora uma boa discussão. Prezamos pela liberdade de expressão, em uma rede totalmente segura, livre de censuras e perseguições ideológicas.

    Oferecemos recursos exclusivos, em uma plataforma construída no que há de mais moderno no mundo. Para aproveitar tudo isso, é preciso Criar um Perfil. É rápido, fácil e totalmente gratuito. Você pode usar até a sua conta no Twitter para fazer isso.

    Junte-se a nós, venha se informar e compartilhar o seu conhecimento com a comunidade que mais cresce no Brasil. Esperamos que goste :)

  • Você sabia?

    Para poder criar Tópicos, postar respostas e usar os recursos de rede social da nossa Comunidade é necessário Criar um Perfil gratuitamente. Você pode usar até uma conta do Twitter.

    Com seu Perfil você poderá participar de todas as discussões, se informar, criar seus próprios Tópicos e compartilhar o seu conhecimento.

    Não perca o seu tempo. Venha para a melhor comunidade brasileira da internet.

A redpill que mudou minha vida [+relato] [+superwall]

theoneaboveall

Grão-Mestre
Entrou
13/5/19
Posts
1.038
Reactions
614
Eu sinceramente acho que não teria problemas em idealizar a mulher, mesmo estando apaixonado. O meu problema é que eu não sei me entrosar, não sei me envolver. E, sério... às vezes eu sinto certo nojo/repulsa da pessoa quando eu me entroso. É como se eu tivesse nojo de intimidade.
 
OP
Dromedário

Dromedário

Grão-Mestre
Entrou
25/12/18
Posts
2.953
Reactions
3.139
  • Autor do Tópico
  • Thread Starter
  • #52
Seu tópico me lembrou um tópico que fiz ontem...

Eu estou num estado de grande sofrimento. Um sofrimento horrível e constante. Agora mesmo estou tendo uma crise da doença miserável que eu tenho. Quem me ajudou? Só quem me ama mesmo. E o resto? E as "amizades" que eu tive? Qual delas me ajudou ou ajuda? Nenhuma. Nenhuma. Nenhuma.

NENHUMA.

Só o fato de você não ter liberdade para pedir ajuda a determinadas pessoas já mostra que não tem motivo para sustentar um relacionamento desses. Essa porcaria feita puramente de aparências. Esse lixo que existe em todo lugar, às vezes até dentro da sua casa. Essa mer.da.

No fim, só queremos um jeito de lidar com esse sentimento de inaptidão, de não-adaptação ao mundo, ao universo interpessoal em que vivemos. Mas é difícil lutar com esse sentimento e mais um outro sentimento de sofrimento absurdo causado pela própria mente.

Eu queria estar no mundo dos mortos, onde não existem sonhos, objetivos, prazeres, mas não existe dor também, no lugar dela existe o descanso (no caso, falo do Seio de Abraão). Desculpe o desabafo.
Você é um user penta, fi, pode comentar sempre nos meus tópicos.

Só o fato de você não ter liberdade para pedir ajuda a determinadas pessoas já mostra que não tem motivo para sustentar um relacionamento desses. Essa porcaria feita puramente de aparências. Esse lixo que existe em todo lugar, às vezes até dentro da sua casa. Essa mer.da.

Essa parte demonstra o que eu tentei passar: é possível que nos enganemos com as pessoas ou que elas nos enganem. Muitas vezes acreditamos em alguém e por isso damos a ela um valor maior do que deveríamos, ou seja, consideramos alguém que não deveria. Acho que a melhor maneira de filtrar essas pessoas é por meio da observação do comportamento das pessoas. Se alguém quer estar contigo só nos momentos bons e foge quando as coisas pioram, é sinal claro que essa pessoa não lhe valoriza. Infelizmente isso acorre muito nos relacionamentos com as mulheres.
 
OP
Dromedário

Dromedário

Grão-Mestre
Entrou
25/12/18
Posts
2.953
Reactions
3.139
  • Autor do Tópico
  • Thread Starter
  • #53
Precisou o brother morrer pra entender que não se deve viver a vida para os outros? Bom tópico mas a pill veio tardia.
O problema é que às vezes deixamos essas coisas passar, só quando acontece uma desgraça bem próxima da gente que conseguimos enxergar a realidade da maneira como ela é. Desde esse ocorrido eu sou outro, é pegar uma lição e aprender.

Muito bom o texto, e esse seu pensamento e a forma que vc começou a agir tem um nome. Se chama estoicismo. O segredo da serenidade inabalável.
Verdade, fi, tem uma ponta de estoicismo aí. Gosto de Sêneca, já li dois de seus livros.
Falando de mim, embora tenha problemas com ansiedade ocasionais por coisas específicas, eu sou a serenidade em pessoa. Às vezes as pessoas não entendem como eu não surto em meio a tanta m3rda que passei nos últimos tempos, e o segredo é esse: estoicismo. Depois faço um tópico mais elaborado.

li, me identifiquei, mas apesar disso vou continuar acomodado como sempre ?
Eu também achava que não dava, fi, mas dá, é difícil pra car4alho no começo, mas a gente se habitua com tudo.
 
OP
Dromedário

Dromedário

Grão-Mestre
Entrou
25/12/18
Posts
2.953
Reactions
3.139
  • Autor do Tópico
  • Thread Starter
  • #54
um dia vc podia fazer uma coletanea dos seus tópicos e lançar um livro
Estou pensando em fazer um compiladão, trabalhar melhor as ideias e soltar em forma de um PDF, tipo o que Nessahan Alita fez. Vamos ver, quem sabe um dia meu sonho vira realidade e isso se torna um livro mesmo.

Seus textos valem ouro, meu confrade. Muitos dizendo que é uma lição óbvia, mas aí é que está, mesmo assim a esquecemos todos os dias e desperdiçamos nosso tempo, eu incluso.
Por isso é tão importante refletir nisso e exercitar o máximo possível. Principalmente quando vc diz que não culpa a garota (estendendo o raciocínio pras coisas do mundo em geral) e traz a responsabilidade pra si, como devemos fazer, de escolher a quem entregamos nosso tempo e dedicação. Isso é simples mas é a parte mais importante, que a maioria não enxerga e por isso vive revoltado e estagnado em reclamações, transferência de responsabilidade e conformismo.
PENTA. Exatamente isso.

A gente esquece uma coisa, só quando acontece algo grande que saímos um pouco da idealização e vamos para a realidade e aí enxergamos muito das coisas erradas que levamos na nossa vida.
De início foi a minha primeira reação, pensar tudo de mal da menina, mas depois eu vi que isso era irrelevante, a vida do cara já tinha ido, que diferença faz para ele? A real é que não importa o que os outros fazem de suas vidas, mas o que a gente faz da nossa. No final é tudo sobre a gente e quase nada sobre os outros.
 
OP
Dromedário

Dromedário

Grão-Mestre
Entrou
25/12/18
Posts
2.953
Reactions
3.139
  • Autor do Tópico
  • Thread Starter
  • #56
Eu sinceramente acho que não teria problemas em idealizar a mulher, mesmo estando apaixonado. O meu problema é que eu não sei me entrosar, não sei me envolver. E, sério... às vezes eu sinto certo nojo/repulsa da pessoa quando eu me entroso. É como se eu tivesse nojo de intimidade.
É muito difícil estar em um relacionamento, sobretudo os primeiros, e não idealizar. Eu também achava que conseguiria, mas quando vi estava perdido e levado pelo veneno da paixão. Se não fosse os livros do Nessahan Alita o desastre teria sido maior.
 
OP
Dromedário

Dromedário

Grão-Mestre
Entrou
25/12/18
Posts
2.953
Reactions
3.139
  • Autor do Tópico
  • Thread Starter
  • #57
Caras, vou adicionar um fato que ainda ocorreu sobre esse caso. Na época eu era estagiário da Defensoria Pública aqui do meu estado, era da área crime, e meu trabalho era basicamente fazer a defesa dos criminosos/assistidos que a defensoria estava defendendo. Certa feita meu chefe me chama e diz "Tem um caso aí para ti, faça a defesa desses dois caras aí". Beleza, pego os documentos e vou fazer a defesa. Quando abro o computador, vejo que é um caso de homicídio, quando olho as fotos do caso... sim, fis, eu estava incumbido de fazer a defesa dos dois caras que mataram meu amigo. Tive acesso à autopsia e vi todas as imagens da morte do meu amigo. Imaginem a m3rda. Tentei passar aquela p0rra pra frente, mas só tinha eu na área crime na área. E isso aí, eu fiz a defesa dos vagabund0s que o mataram, já eram acusados de vários outros homicídios. A vida tem dessas no Direito...
 
Última vez editado:

Bolsonaro

Mestre Guru Iuminado
Entrou
16/10/18
Posts
26.984
Reactions
8.807
concordo cemporcento
 
OP
Dromedário

Dromedário

Grão-Mestre
Entrou
25/12/18
Posts
2.953
Reactions
3.139
  • Autor do Tópico
  • Thread Starter
  • #60
Lembro de ter guardado esse tópico para comentar e depois esqueci. Excelente. Na mesma pegada que eu passo aqui no tópico.
Leiam esse também, complementa a ideia. Penta.
 
Entrou
1/1/19
Posts
984
Reactions
537
Eu costumava ter esse sentimento de angustia sobre oque os outros pensavam de mim, e estarei mentindo se disser que não tenho mais. Até porque alem da angustia ser algo que irá nos acompanhar até o fim de nossas vidas, a nossa própria realidade Brasileira tem uma pressão muito grande para que você aparente ser no minimo extrovertido e malandro. De vez em quando a moral coletiva acaba conflitando com sua moral, gerando um pouco de angustia em relação as pessoas e você mesmo, mas não considero saber que você é substituível para 99% o pior dos sentimentos. Para mim os piores sentimentos são o da Inércia e o da impotência; O sentimento de saber que você está estagnado no tempo ou que sua vida se resume apenas ao seu quarto, e o sentimento de não saber as coisas ou saber que você não pode fazer oque gosta por falta de conhecimento, dinheiro,tempo,saúde e etc.
 

I am McLovin

Grão-Mestre
Entrou
19/10/18
Posts
1.327
Reactions
780
Penta pelas verdades,
E apesar de obvio, tem muita gente que fica se doendo por " amiguinho" e mulherzinha/ homem.

Atualmente eu percebi que ficar bem com Você mesmo, ter amor proprio , auto confiança , é o que faz te libertar dos outros.

Umas das melhores coisas, é nao precisar da aprovaçao dos outros.
 

Fox94

Grão-Guru
Entrou
15/10/18
Posts
14.037
Reactions
6.541
Isso me fez pensar, gostei do texto, tem muita gente que te coloca pra baixo, amigo de verdade é raro, bem RARO, o que nós temos mais é colegas

Pessoa que ama a gente de verdade é nossos pais, irmãos talvez, pq às vezes nem os irmão já que tem muitos casos de irmãos que são brigados e não sei falam

Mas tipo, parando pra pensar nisso, acho que só devem se importar comigo mesmo são meus pais, meus irmãos e talvez um ou dois amigos. SÓ

E olha que to sendo otimista

Texto interessante
 

Templar

Mestre
Entrou
30/10/18
Posts
592
Reactions
797
O tempo eh implacável.

Eventualmente, tudo e todos estao fadados ao esquecimento.
 
Última vez editado:
OP
Dromedário

Dromedário

Grão-Mestre
Entrou
25/12/18
Posts
2.953
Reactions
3.139
  • Autor do Tópico
  • Thread Starter
  • #70
OP viu que ninguém se ligou que o tópico era fanfic e jogou uma pista fácil.

Valeu OP.
Ah, bicho, queria eu que fosse fanfic essa, só essa. Mas foi a pura realidade, infelizmente.
Tudo que eu falei ai é confirmado por quem me conhece há mais tempo, sempre disse aqui estagiava na DPE aqui da minha cidade.
 

Luizinho do Forró

Iluminado
Entrou
1/11/18
Posts
184
Reactions
85
Textão da ******. Vou marcar pra tar sempre lendo.

Acho interessante salientar não levar tudo literalmente. É fato que são poucos amigos que a gente pode ter e que amor é só de mãe, porém é importante ter também colegas pra trabalhar o social e com isso ganhar e prover algo
 

Simbá

Novato
Entrou
8/6/19
Posts
114
Reactions
75
Uma baita reflxão

E que sirva de lição aos Cuckys que se humilham por conta de ****** , a única mulher nesse mundo que importa com a sua existência é sua mãe

Ela sim merece o seu choro , humilhação e sacrifício

Parem de se humilhar por mulher
 
Última vez editado:
Top Bottom