carrefour

  1. Delegada responsável pelo caso da morte do rapaz no Carrefour afirma que 'não foi um crime de racismo' e que ele morreu por asfixia ou ataque cardíaco

    Delegada responsável pelo caso da morte do rapaz no Carrefour afirma que 'não foi um crime de racismo' e que ele morreu por asfixia ou ataque cardíaco

    Entraremos dentro de um tema bastante delicado nessa reportagem e por esse motivo, até pela nossa responsabilidade em trazer informações corretas, o POLITZ trouxe duas fontes originárias que trataram do assunto para que vocês possam conferir corretamente a verdade dos fatos. Antes de tudo...
Top Bottom