• Olá Visitante! Seja muito bem vindo(a)!

    O #FórumPOLITZ é uma Comunidade única, sendo a primeira rede social no estilo de Fórum criada para pessoas que tem sede de conhecimento, conteúdo, informação e que adora uma boa discussão. Prezamos pela liberdade de expressão, em uma rede totalmente segura, livre de censuras e perseguições ideológicas.

    Oferecemos recursos exclusivos, em uma plataforma construída no que há de mais moderno no mundo. Para aproveitar tudo isso, é preciso Criar um Perfil. É rápido, fácil e totalmente gratuito. Você pode usar até a sua conta no Twitter para fazer isso.

    Junte-se a nós, venha se informar e compartilhar o seu conhecimento com a comunidade que mais cresce no Brasil. Esperamos que goste :)

Alguém mais percebeu uma homogeneização da juventude?

Loser

Mestre
Entrou
26/10/18
Posts
751
Reactions
642


Até meados de 2010 era comum um adolescente escolher uma tribo social e se manter nela, usando um certo padrão de moda e de música, mas já pareceberam que a juventude de hoje em dia não faz mais isso?

Hoje em dia todas as garotas se parecem (ou tentam parecer) com isso:



Todo mundo gosta das mesmas coisas, todo mundo assiste os filmes da Marvel, todo mundo fala de GoT, se for menina (ou gay) é esquerdista e fala as mesmas gírias e os mesmos pensamentos, se for menino é de direita e é obcecado por Bolsonaro.

Até culturas antigas foram se diluindo, não existe mais nerd, agora jogos virarem populares e todo mundo joga, agora existe a tal da "gótica suave", a guria se veste toda de preto, põe um batom roxo, tira umas fotos pro instagram e pronto, depois troca tudo, a pessoa uma hora houve Billie Eilish e pouco depois ta rebolando numa festa ao som de funk.

O que ta acontecendo com o mundo?
Antes os adolescentes faziam de tudo pra serem diferentes, mesmo que pra isso parecessem ridículos, agora parece que todo mundo se esforça pra ser igual.
 

Shin (o macho)

Grão-Mestre
Entrou
6/11/18
Posts
3.239
Reactions
987
Até culturas antigas foram se diluindo, não existe mais nerd, agora jogos virarem populares e todo mundo joga, agora existe a tal da "gótica suave", a guria se veste toda de preto, põe um batom roxo, tira umas fotos pro instagram e pronto, depois troca tudo, a pessoa uma hora houve Billie Eilish e pouco depois ta rebolando numa festa ao som de funk.
descreveu a @Dreyfuss
 
Entrou
8/11/18
Posts
6.522
Reactions
6.498
Talvez a década passada tenha sido um ponto fora da curva.

Nos anos 1950 todos os homens e mulheres se vestiam iguais, mais do que hoje.
A diferença era que nos anos 1950 os homens e mulheres se esforçavam para parecer mais velhos, mais maduros e respeitáveis, cidadãos trabalhadores e castos

Hoje todo mundo se esforça para parecer "descolado" e jovem, como se o que importasse fosse "curtir a vida adoidado".
 

Strongwords

Grão-Guru
Entrou
4/11/18
Posts
14.330
Reactions
6.318
A diferença era que nos anos 1950 os homens e mulheres se esforçavam para parecer mais velhos, mais maduros e respeitáveis, cidadãos trabalhadores e castos

Hoje todo mundo se esforça para parecer "descolado" e jovem, como se o que importasse fosse "curtir a vida adoidado".
Mas oq importa é parecer casto e respeitável então?
 

Pedrinho01

Guru
Entrou
15/10/18
Posts
5.339
Reactions
3.772
A diferença era que nos anos 1950 os homens e mulheres se esforçavam para parecer mais velhos, mais maduros e respeitáveis, cidadãos trabalhadores e castos

Hoje todo mundo se esforça para parecer "descolado" e jovem, como se o que importasse fosse "curtir a vida adoidado".
Nos anos 70 pra frente as pessoas passaram a querer parecer descoladas.
 
Entrou
8/11/18
Posts
6.522
Reactions
6.498
Mas oq importa é parecer casto e respeitável então?
se quer parecer é porque a cultura valoriza aquilo

tipo o Chaves para o Seu Madruga (anos 70): "o homem tem que ser feio, forte e formal"

tirando o "forte" (barriga de tanquinho), hoje em dia o homem tem que ser o contrário disso
 

motog1

Experiente
Entrou
7/11/18
Posts
448
Reactions
491


Até meados de 2010 era comum um adolescente escolher uma tribo social e se manter nela, usando um certo padrão de moda e de música, mas já pareceberam que a juventude de hoje em dia não faz mais isso?

Hoje em dia todas as garotas se parecem (ou tentam parecer) com isso:



Todo mundo gosta das mesmas coisas, todo mundo assiste os filmes da Marvel, todo mundo fala de GoT, se for menina (ou gay) é esquerdista e fala as mesmas gírias e os mesmos pensamentos, se for menino é de direita e é obcecado por Bolsonaro.

Até culturas antigas foram se diluindo, não existe mais nerd, agora jogos virarem populares e todo mundo joga, agora existe a tal da "gótica suave", a guria se veste toda de preto, põe um batom roxo, tira umas fotos pro instagram e pronto, depois troca tudo, a pessoa uma hora houve Billie Eilish e pouco depois ta rebolando numa festa ao som de funk.

O que ta acontecendo com o mundo?
Antes os adolescentes faziam de tudo pra serem diferentes, mesmo que pra isso parecessem ridículos, agora parece que todo mundo se esforça pra ser igual.
Redes Sociais. Estragaram o ser humano.

Hoje as redes sociais são praticamente um segundo documento de identidade: não participar de determinada plataforma muitas vezes é sinônimo de total isolamento. Mas você já pensou como seria se deletasse os seus perfis na rede e levasse uma vida diferente?

Jaron Lanier, considerado o pai da realidade virtual e uma das maiores referências (e críticos) do Vale do Silício, não tem conta em nenhuma rede social e deixa bem claro por quê: “Evito as redes sociais pela mesma razão que evito as drogas.”

Segundo ele, as bases da internet foram fundamentadas em um modelo de negócio regido pelas propagandas. Os anúncios, nossos velhos conhecidos das mídias tradicionais, ganharam uma nova dimensão à medida que a internet se desenvolvia. O que antes era apenas a exposição de um produto agora é uma engrenagem intrincada de algoritmos que modificam o comportamento de milhões de pessoas diariamente. E o pior: sem que ninguém perceba.


Essa dinâmica nas redes traz inúmeros efeitos degradantes: as redes acabam com o livre-arbítrio, estimulam emoções negativas, distorcem a percepção da verdade, precarizam profissões
. A lista não tem fim, mas Lanier esquematizou boa parte dela em dez argumentos poderosos e convincentes para que você largue as redes sociais.


É uma tarefa complicada, e o autor sabe disso. Ele acredita, no entanto, que essa é a única forma para que um dia tenhamos redes sociais verdadeiramente dignas e aproveitemos o potencial maravilhoso do que a internet nos proporciona.


59937
 
Última vez editado:

Ghost in the Texaco

Grão-Mestre
Entrou
22/12/18
Posts
1.364
Reactions
1.522
Redes Sociais. Estragaram o ser humano.

Hoje as redes sociais são praticamente um segundo documento de identidade: não participar de determinada plataforma muitas vezes é sinônimo de total isolamento. Mas você já pensou como seria se deletasse os seus perfis na rede e levasse uma vida diferente?

Jaron Lanier, considerado o pai da realidade virtual e uma das maiores referências (e críticos) do Vale do Silício, não tem conta em nenhuma rede social e deixa bem claro por quê: “Evito as redes sociais pela mesma razão que evito as drogas.”

Segundo ele, as bases da internet foram fundamentadas em um modelo de negócio regido pelas propagandas. Os anúncios, nossos velhos conhecidos das mídias tradicionais, ganharam uma nova dimensão à medida que a internet se desenvolvia. O que antes era apenas a exposição de um produto agora é uma engrenagem intrincada de algoritmos que modificam o comportamento de milhões de pessoas diariamente. E o pior: sem que ninguém perceba.


Essa dinâmica nas redes traz inúmeros efeitos degradantes: as redes acabam com o livre-arbítrio, estimulam emoções negativas, distorcem a percepção da verdade, precarizam profissões
. A lista não tem fim, mas Lanier esquematizou boa parte dela em dez argumentos poderosos e convincentes para que você largue as redes sociais.


É uma tarefa complicada, e o autor sabe disso. Ele acredita, no entanto, que essa é a única forma para que um dia tenhamos redes sociais verdadeiramente dignas e aproveitemos o potencial maravilhoso do que a internet nos proporciona.


Ver o anexo 59937
fala que nao curte e nem usa rede social q as pessoas te estranham
 
OP
Loser

Loser

Mestre
Entrou
26/10/18
Posts
751
Reactions
642
  • Autor(a) do Tópico
  • Thread Starter
  • #20
Talvez a década passada tenha sido um ponto fora da curva.

Nos anos 1950 todos os homens e mulheres se vestiam iguais, mais do que hoje.
Haviam sim tribos na época
Beatniks:



Greasers:


e os verdadeiros Hipsters (os de hoje roubaram o nome, mas antes se referecia a uma tribo muito ligada principalmente à cultura do jazz):

 

Ghost in the Texaco

Grão-Mestre
Entrou
22/12/18
Posts
1.364
Reactions
1.522
tomara que o pessoal do TI peça soh paginas do github no maximo um linkedin, gadobook nao uso nem ferrando
 

Drive

Mestre
Entrou
27/3/19
Posts
998
Reactions
811
Essa parada das rede sociais é ****... eu não tenho conta em rede sociais, não tenho whatsapp, uso um telefone de 100 reais que só faz ligação... estou feliz assim, mas é bem evidente como a massa te exclui por causa disso :icon-lol:
Outra coisa que reparei é a necessidade doentia de fazer parte de algum grupo ou querer mostrar/expor sua vida... recentemente eu tenho feito muitas coisas alternativas e sozinho, poxa é praticamente uma terapia.
 
Top Bottom