• Olá Visitante! Seja muito bem vindo(a)!

    O #FórumPOLITZ é uma Comunidade única, sendo a primeira rede social no estilo de Fórum criada para pessoas que tem sede de conhecimento, conteúdo, informação e que adora uma boa discussão. Prezamos pela liberdade de expressão, em uma rede totalmente segura, livre de censuras e perseguições ideológicas.

    Oferecemos recursos exclusivos, em uma plataforma construída no que há de mais moderno no mundo. Para aproveitar tudo isso, é preciso Criar um Perfil. É rápido, fácil e totalmente gratuito. Você pode usar até a sua conta no Twitter para fazer isso.

    Junte-se a nós, venha se informar e compartilhar o seu conhecimento com a comunidade que mais cresce no Brasil. Esperamos que goste :)

Hermitão da Praça

Grão-Mestre
Entrou
22/10/18
Posts
2.306
Reactions
3.338
Solidão batendo aqui esse fim de semana meus chegados.
Meu vizinho tá dando festa aqui, todo mundo rindo e os ******* a quatro.
Eu preciso sair mais, já estou com deficiência de vitamina D de tanto ficar no quarto, mas sem amigos e sem grana é ****.
 

Hermitão da Praça

Grão-Mestre
Entrou
22/10/18
Posts
2.306
Reactions
3.338
to igual a tu, cara. Depender de fatores externos é uma * ** demais, incerteza do futuro é o que mais destroi o ser humano.

Só queria trabalhar na escala de 24/72 pra começar a me dedicar às coisas que REALMENTE gosto e quero fazer. **** ter que percorrer um caminho tortuoso e chato pra chegar até lá.
Eu era mais feliz quando estava trampando, pelo menos falava com as pessoas, com os colegas.
Últimamente não falo com ninguém a não ser famíliares, e já tá afetando minha saúde psicológica denovo.
Amigos não falam mais comigo, já seguiram a vida deles...
 

Hermitão da Praça

Grão-Mestre
Entrou
22/10/18
Posts
2.306
Reactions
3.338
A sensação de estar perdendo tempo também é ****. Poha, sou um beta fodidão.

Nunca namorei, não vivi nada muito legal, não tenho quase história nenhuma pra contar, sou todo travadão. Quanto tempo preciso esperar mais pra tentar evoluir essa parte da minha vida?

Não fosse eu ter arriscado mais no ínicio da faculdade, ainda seria praticamente BV e Virgem(só fui aprender a beijar mesmo com uns 19~20 anos, perdi bv cedo mas meio que nao sabia o que fazer até os 20).

E agora já to há mais de um ano sem nem tocar em uma garota. Parece que perdi toda "evolução" que tive de lá pra cá, sensação de que voltei a ter 17~18 anos novamente. E o pior de tudo é que nem sequer tenho vontade de tentar mais nada(nao que isso fosse fazer a diferença, já que mulher nenhuma vai querer mesmo..), dado a minha situação profissional que atrapalha em todas as outras esferas da vida.

Lado positivo é que sou relativamente novo, mas já me sinto velho.

Enfim, só um desabafo da desgraça aí.
Também tenho essa agonia. Já passei dos 22, não tenho faculdade, desempregado. Uma situação complicada mesmo.
Perdi muito tempo da minha vida por causa de saúde e autismo. Tento ficar positivo mas a vontade de ripar anda voltando.
2017 foi o ano que estive mais próximo do suícidio. Eu lutei contra, me recuperei mas já ando perdendo as forças denovo.
O isolamento tá me matando físicamente e psicologicamente.
 
Última vez editado:

Hermitão da Praça

Grão-Mestre
Entrou
22/10/18
Posts
2.306
Reactions
3.338
Tenho a escolha de ir num psicólogo segunda feira, primeira vez em 15 anos que irem falar com alguém que não seja na internet sobre meus problemas.
Será que compensa? É um psicólogo homem, um pouco mais velho.
O usuário @Kid Billy foi e pelo jeito compensou.
 
Última vez editado:

Hermitão da Praça

Grão-Mestre
Entrou
22/10/18
Posts
2.306
Reactions
3.338
O trabalho edifica/dignifica o homem

Se pudesse palpitar, eu diria a voces que estão parados, que pegassem um sub-emprego temporariamente, mesmo que fosse pra vagabundear lá, empurrar com as coxas até aparecer algo melhor(deixe isso claro pro chefe, obvio), experiencia nenhuma é perdida. Eu fiz um estagio de 6 meses uma vez em auxiliar de cobrança, que foi uma das coisas mais uteis noq se tratava de me soltar, negociar, falar por telefone, falar com estranhos e etc, até hoje considero um otimo chute inicial pra relacionamento com publico, o salario era uma *, mas vlw

A responsabilidade de ter horario a cumprir, metas, chefe e tal é bom e tbm te faz ter mais raiva pra querer fazer acontecer seus reais objetivos, fora que se voce acabar gostando da area, pode crescer nela ou mesmo montar sua propria empresa no ramo.

E se nada disso te convencer, bem, nada como ser visto como um homem pela sua familia, inves de um moleque, ter dinheiro para pagar o lanche no fds, o cinema, os games, ajudar nas contas da casa e enfiar a grana no rabo se assim desejar, desde que seja com o seu dinheiro, parado passam dias, meses, anos e vc nem se quer repara, trabalhando, cada semana é um terror:icon-lol:
Eu to aceitando qualquer emprego que aparecer na frente, a última entrevista que fiz foi em uma farmácia pra ser balconista, mas a fatia do RH não deve ter gostado de mim apesar de ter experiência na área que os outros candidatos não tinham.
Queria eu que fosse só falta de vontade.
 

Hermitão da Praça

Grão-Mestre
Entrou
22/10/18
Posts
2.306
Reactions
3.338
Essa turma só me faz passar raiva, tempo e dinheiro perdido, acho que só serve pra quem esta numa fase de luto ou coisa do tipo, no geral eu prefiro um bom ombro amigo
No caso é coberto pelo plano de saúde, então só gastaria passagem mesmo.
Além do que é mais fácil achar um psicólogo do quê um ombro amigo vamos combinar.
 
Última vez editado:

Hermitão da Praça

Grão-Mestre
Entrou
22/10/18
Posts
2.306
Reactions
3.338
A primeira vez que tive coragem de me abrir com minha mãe, eu tinha terminado meu namoro, tinha mais de 20 anos, foi a melhor coisa que fiz na vida, ali eu vi que ela era minha amiga de verdade, nunca antes tinha acontecido e nunca depois aconteceu novamente, mas o renovo foi ****
Infelizmente tenho algumas desavenças com a minha mãe e não consigo me abrir com ela, e não vou trazer o tópico de tendências suícidas á tona senão nunca mais vão me deixar em paz.
Como não tenho mais amigos para me abrir, resta manter isso entalado ou ir num psicólogo.
 

Hermitão da Praça

Grão-Mestre
Entrou
22/10/18
Posts
2.306
Reactions
3.338
Já pensaram na possibilidade da sua alma gêmea estar separada de vocês temporalmente e geograficamente?

Tipo, talvez a pessoa que seria seu par perfeito é hoje uma senhora solteirona que nunca encontrou o amor, mas se vocês vivessem na mesma época e tivessem se conhecido teriam se apaixonado e vivido felizes. O mesmo vale pro futuro e também pessoas em outros países.
Esse pensamento é mais confortante do que pensar que sua alma gêmea passou do seu lado diversas vezes e você nunca percebeu.
Mas sejamos honestos, alma gêmea não existe, nenhuma mulher vale o título.
 

Hermitão da Praça

Grão-Mestre
Entrou
22/10/18
Posts
2.306
Reactions
3.338
Estava a fim de fazer algo VT, uma atividade, um curso, algo que me deixasse interagir com as pessoas mais, conhecer pessoas novas.
Tenho tempo mas não dinheiro. O que daria pra fazer?
 

Hermitão da Praça

Grão-Mestre
Entrou
22/10/18
Posts
2.306
Reactions
3.338
Eu sou o cara que as pessoas cagam e andam pra opinião, que só serve para conversar se não tiver ninguém "melhor" por perto. Costumo autistar quando encontro-me em situações sociais, mas tirando isso sou perfeitamento normal e não sou um att whore imaturo, como é de praxe de grande parte do gadus brasilis médius.
Eu também autistava muito, a ânsiedade da conversação é algo que pode descarrilhar uma interação social por completo.
Algo que me ajudou foi manter uma anotação mental que eu não preciso responder cada coisa que a pessoa fala, um 'pois é' ás vezes já basta.
Não pensar muito antes de formular a resposta e falar devagar é outra dica boa para os autistas como eu que gaguejam ou falam *****.

Hoje eu também consigo manter uma conversa normal com qualquer pessoa, mas não passa disso.
Ainda sou autista em identificar nuânces em conversas com mulheres e tal. Quando alguém fala que mulher X estava dando em cima ou mulher Y tava olhando, eu não tenho a experiência pra reconhecer isso.
 
Última vez editado:

Hermitão da Praça

Grão-Mestre
Entrou
22/10/18
Posts
2.306
Reactions
3.338
Tipo inglês. Tá no currículo da escola, a maioria dos chimpazilians não sabem o básico e mesmo assim as empresas saem cobrando inglês nos currículos.
Se *. Deveria se ensinar matemática, português educação física na escola. SÓ. O resto manda pra pq.p.
Eu tinha vontade de ser professor de inglês mas estou desanimando da idéia.
Pretendia fazer Letras-Inglês e ensinar particular ou tentar em escola de inglês, mas não sei se está valendo hoje em dia.
Gosto de ensinar e acho que faria um bom trabalho. Não tenho ambição de ganhar mais que 2500 reais.
 

Hermitão da Praça

Grão-Mestre
Entrou
22/10/18
Posts
2.306
Reactions
3.338
Entro uma porrada de clone postando ***** hoje, to vendo que isso aqui vai virar o vt da UOL pós 2016.

Eu pergunto por que se for algo que dá pra relevar tem como vc se blindar. Aqui em casa quando começa a doença e eu geralmente rebato, ele fica com cara de cool por um tempo mas daí eu só ignoro ele e depois melhora.

Sei lá viu eu tento não culpar tanto por que eu já saquei que ele é doentão desde criança. Tenho até um pouco de pena dele apesar de me tirar do sério muitas vezes. E também isso aí tende a melhorar com a idade. Só sei que eu e minha mãe deveríamos ir pro céu direto, só por essa luta que é conviver com uma pessoa assim. Minha mãe devia ser beatificada.

Mas mesmo assim não é bem o tipo de pessoa que eu gostaria de viver muito tempo junto, ainda mais igual ela fez por 40 anos.
Tá certo, você deve se impor mesmo
 
Última vez editado:

Hermitão da Praça

Grão-Mestre
Entrou
22/10/18
Posts
2.306
Reactions
3.338
Felizmente não moro mais com ela mas ainda sou sustentado por. Já tentei inúmeras vezes arranjar um emprego e fugir da asa dela mas flopou. Cheguei até a fazer carteira de trabalho e enviar currículos. Tentei me tornar tradutor juramentado e não passei na seleção.
Desde criança sofro humilhações e terror psicológico por parte dela, com ameaças desde as mais fúteis até de me botar pra fora de casa e de morte. Em qualquer discussão ela remete ao fato dela se arrepender de ter me tido e que já não aguenta mais me sustentar. Sábado mesmo ela me visitou e eu interrompi minha rotina e acabei madrugando porque havíamos discutido e eu fiquei com medo dela fazer alguma maldade comigo. Não confio nem 1 gota nela. Confio mais em um desconhecido do que nela.:icon-confused:
Ela me tira qualquer perspectiva otimista. Penso que a qualquer momento posso ser alvo de outra instabilidade emocional dela e sofrer mais ainda.
Já não basta não ter amigos, pai ou outros parentes com que contar, ainda tenho aturar ouvir que não sou bem quisto pela pessoa que deveria me amar e me tratar bem.

Se eu conseguir sair deste inferno, vou contar contato pra sempre. :orando:
Caraca maluco, quantos anos você tem? Acha que consegue sair desse ambiente logo?
 

Hermitão da Praça

Grão-Mestre
Entrou
22/10/18
Posts
2.306
Reactions
3.338
Qual profissão vocês gostariam de exercer se dinheiro não fosse problema? :icon-rimkuk2:
Digo, independentemente da situação do país, uma coisa que você ama ou algo próximo próximo disso. Acho que escolheria ser biólogo. :icon-rimbuk:

Se tivesse muito dinheiro iria construir minha casa, ter um belo jardim, plantar minha comida, restaurar carros antigos e como um bom gado teria uma coleção de uniformes clássicos de times de futebol. Obviamente algumas coisas que citei posso ter mesmo não sendo rico, mas é aquela coisa né...:icon-sweattz:
Eu acho que virava taxista numa boa.
Gosto de dirigir á noite e falar com pessoas de índole dúvidosa.
 
Última vez editado:

Hermitão da Praça

Grão-Mestre
Entrou
22/10/18
Posts
2.306
Reactions
3.338
Pergunta pros mais velhos da panela, como vocês lidam com o fato de estarem velhos e não terem nem metade da experiência de vida que outras pessoas têm?
Farei 23 esse ano e perdi minha adolescência inteira, perdi minha idade jovem por muitos motivos, alguns fora do meu controle, alguns por minha culpa.

Nessa idade que eu estou, já é impossivel fazer novos amigos, as mulheres já estão com boneco ou mais rodadas que carro usado, e só piora.
Creio que estou tendo o ínicio de uma crise de depressão e a idéia de ripar tá começando a ficar agradável.
Não tenho faculdade, não tenho namorada, não consigo achar um gadalho, tá dificil achar motivos pra continuar nessa rotina. É uma sensação estranha não conseguir se imaginar passando dos 30 anos, parece que o cérebro já está se acostumando com o eventual ripão.
 

Hermitão da Praça

Grão-Mestre
Entrou
22/10/18
Posts
2.306
Reactions
3.338
Acho que vc deveria se focar em outras áreas, ninguém é experiente em tudo em tudo, sei la

Você pode buscar experiências q as pessoas que tem essas oportunidades gostariam de ter e não tem, meus amigos casados por exemplo, reclamam de não poderem viver com irresponsabilidades mais, eu faço questão de fazer isso por eles:icon-crylolim:, sei lá, é uma forma de usufruir de algo q eu posso sentir falta depois e q ao mesmo tempo pode me ajudar depois caso eu tenha a benção de encontrar alguém.
Eu acredito que certas experiências de vida são fundamentais para o desenvolvimento de uma pessoa.
Lidar com relacionamentos na juventude ( 16 a 19 anos), ter a fase de rebelião, aprender a se virar, ter amigos e ter histórias pra contar, enfim coisas que quase todo mundo experiência na vida.
Acho ridículo e humilhante ter que correr atrás disso depois de velho. Já foi, o dano já foi feito, agora resta lidar com isso ou ripar.
Como eu disse, já tenho quase 23 anos, não têm mais como correr atrás de namoradinha, não sei me relacionar direito com mulher (apesar de não ser virgem, foi super vazio).
Me tornei um adulto crianção, quebrado, sem rumo.
Agora é só procurar emprego e ficar nessa rotina de gadalho depois quarto.
Faz um tempo que já venho sentindo isso, mas agora tá piorando. Provavelmente vou passar meu aniversário sozinho denovo, mas dessa vez eu vou tentar ficar perto de alguém senão é capaz de eu fazer alguma *****.
 
Última vez editado:

Hermitão da Praça

Grão-Mestre
Entrou
22/10/18
Posts
2.306
Reactions
3.338
Concordo com você qto as experiências, mas vc ainda é novo, vc estaria certo qto ao restante se ja tivesse passado dos 30, tenho colegas nessa faixa q são bem abobados, aos 23 não, inclusive é a idade onde muitos estão saindo da universidade, e não se engane, nem todo mundo é transador nessa fase.

Tenho amigos que tiveram a primeira namorada nessa faixa e eles não perdem em nada para outros caras, as coisas que vc PODE correr atrás te trarão bastante crescimento.

Não pense em ripar ou coisa do tipo, fique tranquilo, na moralzinha, o que é ridiculo e humilhante é vc andar com pessoas abaixo da sua idade, aos 23 vc ainda consegue muita coisa, fora q vc pode fazer cursos, academia, lingua, instrumentos e etc. Tenho um amigo q conheceu a esposa no pilates, até ele achou gay qdo começou, mas deu certo sem ele qrer.

Abra-se pra vida, cara, permita-se, esteja aberto para o novo, vc ja tem uma renda, algo q ajuda muito.
Valeu pela resposta mas eu não tenho renda não parceiro, citei no primeiro post que estou sem emprego no momento. Estou sobrevivendo da rescisão.
Fui demitido do meu último trampo após sofrer um acidente de trabalho e não assinar o CAT. Agora to manco e sem curral pra pastar :icon-lol::icon-lol::icon-lol::icon-lol::icon-lol:.
Mas você tá certo sim, tá na hora de sair um pouco desse fórum e da internet no geral e fazer algo.
Queria fazer amigos mas não sei aonde. Talvez faculdade se eu achasse um trampo pra pagar mensalidade.
 
Última vez editado:

Hermitão da Praça

Grão-Mestre
Entrou
22/10/18
Posts
2.306
Reactions
3.338
Não tenho uma opinião formada sobre o assunto.
Já vi pessoalmente pessoas que morreram sem ninguém e sem onde cair morto, e é muito triste e depressivo de ver, em contrapartida as pessoas com famílias e filhos geralmente têm um suporte maior na vida.
Claro que os MGTOWs estão muito certos sobre a natureza das mulheres hoje em dia, e que não vale a pena casar com uma ********* que pode ter um filho que nem é teu... Realmente é um tópico complicado.

A conclusão que eu chego é que maioria dos users aqui não teria objeção á formar uma família se tivessem nascido em uma era diferente.
Infelizmente hoje a degeneração come solta, e quem procura um propósito se fode na mão de quem não tá nem aí.
É a morte do cavalheirismo.
 

Hermitão da Praça

Grão-Mestre
Entrou
22/10/18
Posts
2.306
Reactions
3.338
Fui na padaria agora pouco, só casal de mão dada na rua.
Domingo, dia ensolarado, clima ameno, e um ombro companheiro pra se apoiar.
Queria saber como é sentir isso um dia.
 
Top Bottom