• Olá Visitante! Seja muito bem vindo(a)!

    O #FórumPOLITZ é uma Comunidade única, sendo a primeira rede social no estilo de Fórum criada para pessoas que tem sede de conhecimento, conteúdo, informação e que adora uma boa discussão. Prezamos pela liberdade de expressão, em uma rede totalmente segura, livre de censuras e perseguições ideológicas.

    Oferecemos recursos exclusivos, em uma plataforma construída no que há de mais moderno no mundo. Para aproveitar tudo isso, é preciso Criar um Perfil. É rápido, fácil e totalmente gratuito. Você pode usar até a sua conta no Twitter para fazer isso.

    Junte-se a nós, venha se informar e compartilhar o seu conhecimento com a comunidade que mais cresce no Brasil. Esperamos que goste :)

#Playstation (Quem lacra, não lucra?) TLoU Part 2 é o maior lançamento deste ano no Reino Unido, esmagando as vendas de abertura do Animal Crossing.

R-Z3R0

Iluminado
Entrou
25/10/19
Posts
180
Reactions
220
O pior é que o jogo não precisava ser tão divisivo assim, por exemplo, tem muita gente que gostou da campanha da Abby e acha que o jogo deveria ter sido focado só nela e na jornada dela como personagem, deixar o plot de vingança e os ******os pro TLoU3.

No demais, chuto que a Sony vai dar um jeito no Cuckman, já é o segundo jogo que ele dirige e que tem várias feitas por ex-funcionários sobre abusos realizados pela empresa.
É melhor nem contar com isso.A Sony não vai tirar o cara sabendo que pode sofrer boicote dos sjw, seja no Twiter ou na própria mídia.
Isso está escancarado pra qualquer desenvolvedora grande.

Ver o anexo 161474
Eu quero muita, mas muita distancia dos jogos da Ubi e de qualquer outra empresa que contrate funcionários na base da lacração.
 
Última vez editado:

JW_keepwalking

Grão-Mestre
Entrou
16/10/18
Posts
1.379
Reactions
7.762
Pronto, se for verdade só mostra ainda mais o quão ridícula toda essa situação é...

A Polygon está confirmando que a Sony meteu um representante em nome da Naughty Dog para reclamar da crítica feita pela Vice, que foi um dos únicos veículos que não endeusou o jogo.



---------------------------------------------
The vibe around the game hasn’t gotten much better since then. On June 12, Vice published its review of The Last of Us Part 2, in which critic Rob Zacny said that while the game had “memorable moments” that made for great “spectacle,” he was less taken with the story and characters. “Nobody ever reconsiders their quest for vengeance,” Zacny wrote. “Everyone acts under a kind of vindictive compulsion that goes little remarked and unexamined.” Zacny went on to describe the game’s message as complacent, full of “oppressive bleakness and violence.”

While the vast majority of reviews have lavished The Last of Us Part 2 with all sorts of praise, a handful of outlets — Polygon included — have been slightly more critical of the blockbuster game. According to Zacny, Vice’s review prompted a Sony representative to reach out on behalf of Naughty Dog.

“They felt some of the conclusions I reached in my review were unfair and dismissed some meaningful changes or improvements,” Zacny told Polygon over Twitter messages.

Zacny clarified that the exchange wasn’t “confrontational,” but that it was nonetheless “unusual,” as the site doesn’t typically have big publishers asking in an official capacity why a review reads the way it does. Such things can happen, of course, though often with smaller developers, or from publishers who have spotted a factual error in a piece that they want corrected.
---------------------------------------------
 
Entrou
19/10/18
Posts
8.560
Reactions
15.426
É melhor nem contar com isso.A Sony não vai tirar o cara sabendo que pode sofrer boicote dos sjw, seja no Twiter ou na própria mídia.

Falei que ela ia tomar alguma providência, tirou o Uncharted das mão
Falando por mim...

Curti bastante o contexto que eles criaram para construir a sequência (um personagem que sofreu com a decisão do Joel no fim do primeiro jogo). Inclusive, eu também curti bastante o fato de eles terem usado uma pessoa ligada ao cirurgião como ponto de partida da história de vingança (a parte da sala de operação é de longe a mais impactante de toda a última parte do jogo pra mim - eu lembro bem que matei o médico e as enfermeiras sem nenhum arrependimento, pois literalmente entendi o Joel nessa parte e só queria salvar a Ellie).

O conceito foi ótimo, já a execução uma bost@.

O primeiro jogo sempre sofreu críticas de uma pequena parte de gamers a respeito da falta de escolha na sua parte final. Nunca tive esse problema, pois jamais vi o Joel puramente como um vilão (um personagem preto, não cinza) e concordei 100% com o que a ND decidiu para o personagem naquele momento. O segundo jogo acabou tendo a mesma situação, só que em maior escala (tem mais gente hoje reclamando da falta de escolha no final neste do que no primeiro jogo). E, entretanto, também não tenho nenhum problema com a decisão da Ellie no final, pois jamais vi a Ellie e a Abby puramente como vilãs (de novo, elas são construídas para ser cinzentas) e concordo 100% com o que a ND decidiu ali naquele momento.

Mas isso é olhando puramente para a decisão final. No caso do primeiro jogo, tudo o que embasou tal momento até ali é uma obra-prima e o final elevou ainda a história (ao ponto de ser o meu jogo favorito). Já no segundo, a decisão da Ellie é uma das poucas coisas coerentes em toda a história, porém, praticamente tudo o que foi construído antes disso (ao menos os pontos-chaves da história e da narrativa) é uma decepção.

A morte do Joel foi um dos maiores desperdícios que eu já vi em qualquer mídia e representou um caminho fácil para o Neil escrever a história (é mais fácil perdoar do que trabalhar para consertar; é mais fácil focar em personagens novos e uma história mais simples envolvendo aquele universo do que desenvolver ainda mais os personagens estabelecidos e suas complexas relações), o jogo foi construído para subverter expectativas por puro valor de choque (mesmo problema que a 8ª temporada de Game of Thrones - "Dany kinda forgot about the Iron Fleet" / "Joel kinda forgot about being a survivor") e o final do jogo mostrou o quanto essa sequência foi inútil e afetou até mesmo o legado do primeiro jogo (com base em duas cenas neste - a conversa Ellie com o Sam na noite antes dele se transformar e a conversa da Ellie com o Joel no rancho após ela fugir de Jackson).

Vou colocar em spoiler abaixo o que entendo que seria o melhor caminho para esta sequência mantendo a mesma ideia de vingança (o que não é o motivo das minhas críticas ao jogo, isso é só por diversão mesmo):

  • Mesma introdução e salto no tempo de 4 anos
  • Jackson começa a ser atacada sem razão aparente
  • Joel descobre que uma milícia chamada WLF é a responsável pelos ataques e que eles estão procurado por ele por causa do massacre no hospital dos Vagalumes
  • Joel se importa com Ellie, Tommy e todos em Jackson, aceita o fato de ter causado sofrimento para as pessoas do WLF e não quer colocar as pessoas que ele ama no meio dessa bagunça. Então ele decide ir embora de Jackson para fazer a cidade segura de novo
  • Tommy está finalmente reconciliado com o irmão e se opõe a esta ideia, mas Joel vai embora mesmo assim e diz para o Tommy cuidar da Ellie não importa o que aconteça
  • Joel não fala nada para a Ellie
  • Ellie descobre que ele foi embora no dia seguinte e decide ir atrás dele, preocupada com ele e desejando entender o que está acontecendo (especialmente porque ela ainda tem que resolver com o ele o que de fato ocorreu no hospital dos Vagalumes)
  • Tommy decide ir com a Ellie para ajudá-la (protegê-la na verdade)
  • Dina e Jesse poderiam também fazer dessa jornada, tentando ajudar tanto a Ellie quanto o Joel a sobreviver à luta contra o WLF
  • Abby e a o grupo dela descobrem que o Joel não está mais em Jackson e começam a caçá-lo
  • Os Seraphites seriam parte importante da história uma vez que o Joel deliberadamente cruzaria o local deles para tentar fisgar o WLF para uma luta entre os grupos e lhe dar um espaço
  • Abby salva o Lev e a Yara da seita (sem o plot estúpido de sofrimento trans)
  • Ellie e o grupo dela finalmente encontram o Joel e eles discutem o que está ocorrendo. Joel se recusa a falar a verdade
  • No meio da guerra, Tommy fica machucado e precisa voltar para Jackson (ou Dina ou/e Jesse acabam morrendo)
  • Joel continua não falando a verdade, tentando fazer a Ellie ficar brava, o deixar sozinho ali e retornar para Jackson com os demais
  • Ellie obviamente fica put@ com o Joel, mas decide permanecer com ele até o fim
  • Dina discute com a Ellie para que ela não fique lá, porém, em vão e acaba retornando para Jackson com Jesse e Tommy (ou qualquer composição dos que ainda estiverem vivos ali)
  • A história segue e Joel e Ellie eventualmente acabam se separando no meio da luta (todos os flashbacks exceção ao que o Joel conta a verdade poderiam ainda fazer parte do jogo normalmente)
  • Abby consegue capturar a Ellie
  • Joel descobre e vai atrás delas
  • Parte final do jogo seria o confronto entre Joel, Ellie, Abby e Lev
  • Abby está devastada pela perda da maioria (ou todos) dos seus amigos no meio dessa busca por vingança
  • Joel reconhece o que ele fez e pede a Abby para deixar a Ellie ir porque ele é o alvo dela
  • Abby concorda e então explica que o pai dela era o cirurgião
  • Ellie finalmente descobre a verdade e fica desesperada para tentar salvar o Joel, tentando fazer a Abby recuar
  • Abby bate no Joel de forma agressiva e quando ela está pronta para matá-lo, ela finalmente entende por que ele fez o que fez
  • Abby chora e recua de sua vingança para que a Ellie não sofra o mesmo trauma que ela sofreu
  • Abby e Lev vão embora em busca dos Vagalumes remanescentes
  • Joel acaba em condição ruim (sei lá, fica cego de um olho e manco de uma perna, de forma que não possa mais agir como antes e até mesmo tenha dor constante)
  • Joel e Ellie conseguem retornar para Jackson
  • Cena final é entre Joel e Ellie, exatamente a mesma do flashback da varanda (sem o estúpido contexto do tiozinho homofóbico lá)
  • Ellie: "I just... I don't think I can ever forgive you for that. But I would like to try."
  • Joel sorri sutilmente: "I'd like that."
  • Ellie: "Okay. I'll see you around."
  • Ellie sai e Joel fica sozinho na varanda tomando café. Fim

Obs. 1: Mesmo com dor e sem as capacidades de antes, a decisão do Joel no fim do primeiro jogo teria tido significado e o fim da Ellie não seria vivendo o seu maior medo (a franquia poderia ser encerrada ali, sem necessidade de um terceiro jogo). E o mais importante, ele estar vivo para aceitar as consequências de sua decisão (o que a Ellie fizesse após descobrir a verdade) seria um caminho mais justo para a história (matá-lo foi a saída fácil).

Obs. 2: A cena da varanda é a melhor coisa de todo o jogo pra mim (incluindo a piada do café - que apesar dos memes, é divertida e aceitável). Ela poderia muito bem ser usada como um definitivo e satisfatório final para o jogo (ou até mesmo para a franquia). Tudo está ali: Ellie sabe a verdade agora > Ellie a entende > Ellie tentará lidar com isso > Ellie ainda ama o Joel > Joel ama Ellie. Memso tipo de final ambíguo do primeiro jogo, mas com um sólido desenvolvimento do que o fez a obra-prima que foi (o relacionamento entre Joel e Ellie), não a história sem propósito que tivemos no 2.

Obs. 3: As ações do Joel como um cara mais solidário e familiar e menos agressivo teriam sido muito mais claras dessa forma (e não da forma estúpida que a ND fez ao desfigurá-lo na cena da morte).

Obs. 4: Mostrar a jornada de vingança da Abby para no fim fazê-la entender as ações do Joel, avaliar toda a dor que este caminho a trouxe e recusando sua própria vingança para preservar a Ellie do mesmo trauma que ele sofreu faria a personagem muito mais interessante e adorada. Isso também reverteria o tom exageradamente sombrio do jogo. No fim, as discussões sobre o jogo não seriam voltadas ao dilema de "qual personagem é o menos desprezível". Pelo contrário, nós estaríamos discutindo "qual é o melhor personagem do universo" (mesmo sabendo que todos são assassinos e propositalmente construídos como cinzas, não heróis nem vilões).




Duvido e duvido muito. O cara é um dos responsáveis pelo "melhor jogo da história" para muita gente (eu incluso) e seu último jogo bateu todos os recordes de vendas de exclusivos no PS4 no primeiro fim de semana. Além disso, ele já conseguiu colocar a Sony em vitrine na HBO com a série que vão fazer (e se a primeira temporada for fiel ao primeiro jogo, ela poderá ser uma das melhores coisas já feitas na televisão). E pior, ele usa as minorias como escudo e provavelmente tem a aceitação da Sony nesse sentido.

No máximo, vão chegar para ele e falar para melhorar a forma como tratar os personagens das minorias, pois as críticas vindas destes grupos serão as únicas ouvidas por ele e pela Sony (todo o resto, eles provavelmente vão ignorar enquanto as vendas forem altas).

Sempre esteve claro que TLOU 2 jamais entraria para o grupo do "quem lacra, não lucra" (ao contrário dos exemplos de jogos e filmes que citei na minha mensagem sobre as mensagens políticas). O que precisamos ver agora é se The Last of Us 2 é o caso de Capitão Marvel, Star Wars ou Batman v Superman.

Capitã Marvel somente fez a bilheteria que fez porque era o último filme antes de Ultimato. Eu mesmo só fui no cinema por causa disso (não queria depender de uma versão pirata de má qualidade). Sem contar as denúncias de salas vazias pagas pela Disney (o que até hoje não sei se é verdade, mas não duvido). TLOU 2 é de certa forma similar, pois suas vendas seriam decorrentes do sucesso do primeiro jogo e do hiato de jogos grandes lançados para o PS4 antes dele.

Star Wars O último Jedi teve grande bilheteria, mas já abaixo do antecessor por causa da má recepção pelo público e sua continuação foi ainda pior por causa do abandono do público à história (em termos da bilheteria esperada para um filme da franquia Star Wars pode até ser considerado um fracasso, mesmo dando lucro).

Já Batman v Superman teve grande bilheteria no primeiro fim de semana, mas depois disso teve um put@ baque nos números por causa da má recepção pelo público e terminou com uma bilheteria aquém do esperado pela WB. Os efeitos negativos também acabaram sendo sentidos na Liga da Justiça, que teve números ainda piores, também pelo abandono do público ao universo.

Nós já sabemos que TLOU 2 fez um grande primeiro final de semana. Agora é esperar para ver se a má recepção pelo público afetará os resultados do jogo já imediatamente ou se isso somente ocorrerá para a sequência (ou qualquer próximo jogo que a ND lançar).

O mais curioso é que eu quero para ontem um TLOU 3 e dependendo do que fizerem até poderia aceitar melhor esse 2, como já falei em outra mensagem aqui. Se a franquia TLOU se encerrar no 2, só provará que foi tudo por nada.
É melhor nem contar com isso.A Sony não vai tirar o cara sabendo que pode sofrer boicote dos sjw, seja no Twiter ou na própria mídia.

Falei que ela ia tomar alguma providência, tirou o Uncharted das mãos do Cuckman e montou um estúdio com ex-funcionários da ND :icon-lolsuper:
 

JW_keepwalking

Grão-Mestre
Entrou
16/10/18
Posts
1.379
Reactions
7.762

Falei que ela ia tomar alguma providência, tirou o Uncharted das mãos do Cuckman e montou um estúdio com ex-funcionários da ND :icon-lolsuper:

Mesmo que todo esse rumor seja verdadeiro, isso não parece coisa decidida ontem e, portanto, não teria relação com a má reputação criada pelo Neil após o lançamento TLOU 2.

Além disso, se for verdade que a Sony está tirando Uncharted da Naughty Dog (por enquanto duvido - parece muito cedo, seria mais vantajoso deixar esse novo estúdio livre para criar uma nova IP), isso seria basicamente um prêmio pro Neil. O 4 é o fim da franquia e a Naughty Dog estava pronta para seguir em frente, tendo TLOU e provavelmente criando uma nova IP. Do ponto de vista do Neil, sem Uncharted ele vai ter ainda mais espaço para trabalhar criativamente (a situação dele ficará similar à do Kojima, tendo um estúdio inteiro na mão e tendo carta branca para desenvolver a história que quiser - até enquanto a Sony entender que ele a merece).
 
OP
Chambito

Chambito

Grão-Guru
Perfil Limitado
Entrou
16/10/18
Posts
14.150
Reactions
7.449
  • Autor(a) do Tópico
  • Thread Starter
  • #105
The Last of Us: Part II encerra em Junho como o jogo mais vendido em mídia física no Reino Unido

PlayStation Studios também é a Editora mais lucrativa do mês, derrubando a Nintendo

A PlayStation dominou junho graças ao lançamento de The Last of Us: Part II. O jogo foi confortavelmente o título em 1° Lugar do mês, vendendo mais cópias do que o resto dos dez primeiros juntos.
 

Crie Uma Conta Ou Faça o Login Para Postar Aqui

Você precisa ter um Perfil para comentar ou criar Tópicos

Criar um Perfil

Crie um Perfil para participar! É fácil, rápido e totalmente gratuito.

Fazer Login

Se você já possuí uma conta, faça o login aqui.

Top Bottom